Gustavo Coltri/Estadão
Gustavo Coltri/Estadão

Deleite até para olhos (mal) acostumados

As sutis tonalidades e a temperatura das águas deixam qualquer um entusiasmado, seja na rústica Kenepa Grandi ou nas acessíveis praias particulares da costa oeste

WILLEMSTAD, O Estado de S.Paulo

16 Abril 2013 | 02h11

Mesmo que ofereça muitas opções nas ruas, Curaçau ainda é uma ilha caribenha - e cheia de atrações naturais de tirar o fôlego. Suas praias mais famosas são um deleite aos olhos até para brasileiros (mal) acostumados com a beleza de nosso litoral. De um lado a outro, há ainda a possibilidade de explorar cavernas e alguns dos mais de 65 pontos de mergulho espalhados pela costa.

As melhores opções de lazer flertam com o sossego absoluto. A praia de Kenepa Grandi está distante da maior parte dos resorts, mas compensa o tempo de estrada com um impressionante visual - reconhecido como o da praia mais bela do Caribe em uma competição promovida pela Unesco nos idos 1973.

É provável que tenham ocorrido algumas mudanças desde então. Mas, de longe, a água revela diferentes tonalidades de turquesa e, bem de perto, mais parece fazer parte de uma grande piscina, tamanha a sua transparência. Sem falar da temperatura, por volta dos 25 graus, capaz de fazer um turista distraído relaxar mais tempo do que deveria sob um sol impiedosamente intenso.

Seguindo a regra entre as 38 praias de Curaçau, Kenepa é pequena, delimitada por uma formação de montanhas. A vegetação que antecede o mar é árida, com cactos e outras espécies adaptadas ao tempo seco. Mesmo no período das chuvas, de outubro a fevereiro, os índices não passam dos 28 milímetros, embora às vezes as nuvens negras insistam em figurar nas fotos. Nada que decepcione.

Se o visual acalenta os olhos, a faixa de pedras na beira do mar é um castigo aos pés e um convite ao banho de chinelos. São, em maioria, coleções de bastonetes desprendidos de corais, onde a prática de mergulho é comum.

Propriedade privada. Na costa oeste, uma plataforma de madeira na praia Porto Mari reduz o incômodo ao permitir o acesso à água sem a necessidade de enfrentar as pedras. Visitantes comumente chegam ao local e alugam equipamentos de mergulho, dispostos a encontrar os peixes que se acumulam próximos às rochas nas margens. Da superfície, os animais já podem ser vistos, mas a emoção é outra embaixo d'água. Basta não esquecer o snorkel.

A praia, que é particular e cobra US$ 2,50 pela entrada, tem ainda um restaurante para quem quer apenas apreciar a paisagem com um pouco mais de conforto. Na também privada Cas Abao, onde o ingresso para até quatro pessoas em um carro custa US$ 6, a contemplação do visual pode ser feita diretamente da areia, embaixo de uma árvore e sem maiores preocupações.

A sensação não é a mesma nos resorts, onde muitas praias foram alteradas artificialmente, com a ampliação da faixa de areia e a colocação de pedras para bloquear as correntes marítimas. Alguns estabelecimentos, como o Renaissance Curaçao Resort &Casino, constroem a praia por inteiro - no caso deles, ela fica no segundo andar! Pode ser, no entanto, uma alternativa para os turistas mais preguiçosos.

Se a disposição é pelas atividades, por US$ 20 de entrada o Curaçao Sea Aquarium Park tem algumas opções. O lugar não impressiona pelas apresentações de leões-marinhos e golfinhos, que são adoráveis em qualquer parte do mundo, mas pela possibilidade de mergulho diretamente com os animais. O passeio em um submarino com capacidade para cinco pessoas, por exemplo, não sai por menos de US$ 425 por ingresso.

A região de Boka Tabla reserva aos visitantes uma experiência mais sensorial. Sobre uma formação de rochas vulcânicas, é possível vislumbrar jatos d'água criados pelo impacto do mar com as paredes de pedras. Embaixo das rochas, em pequenas cavernas, a força do vento e das águas ecoa também de forma majestosa, como trovões distantes prenunciando uma tempestade - ironia numa terra que convive com um sol escaldante. / GUSTAVO COLTRI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.