Bruna Toni/Tiradas com MOTO Z PLAY + HASSELBLAD TRUE ZOOM
Bruna Toni/Tiradas com MOTO Z PLAY + HASSELBLAD TRUE ZOOM

Desbrave o litoral sul de São Paulo com R$ 10

Embarcamos em um dos ônibus do programa Roda SP, que até março oferece 13 roteiros em cidades como Santos, Guarujá, Bertioga e Peruíbe

Bruna Toni, O Estado de S. Paulo

31 Janeiro 2017 | 04h45

SANTOS  - O litoral norte de São Paulo pode até ser o queridinho dos paulistas, mas perde muito quem, por isso, deixa de olhar para a costa sul com curiosidade e atenção. 

Prova disso são as 30 atrações que compõem os 13 roteiros pela Baixada Santista do Roda SP, programa turístico do governo do Estado que, desde 2011, oferece circuitos intermunicipais de um dia por Santos, Guarujá, São Vicente, Bertioga, Peruíbe, Itanhaém, Cubatão, Praia Grande e Mongaguá, ideais para quem está passando férias no litoral – ou mesmo para um bate-volta. 

O programa funciona no litoral até 15 de março, de terça a domingo, mesclando paradas ecológicas, históricas e culturais. Custa R$ 10 por pessoa – as atrações visitadas são pagas à parte.

Na última terça-feira, o Viagem embarcou no ônibus da segunda rota do programa, entre Guarujá, Santos e Cubatão. Um dia, claro, não foi suficiente para desfrutarmos por completo de cada parada. Mas só a descoberta de novos lugares fez valer o ingresso e o melhor: deixou com o gosto de quero mais. 

1ª PARADA - GUARUJÁ: PRAIA DAS PITANGUEIRAS 

O ponto de partida (e chegada) do nosso roteiro pela Baixada Santista é a Praia das Pitangueiras, no Guarujá. Dali, o micro-ônibus do Roda SP sai pontualmente às 9h em direção à balsa que leva a Santos, onde o passeio realmente começa. Mas, chegando antes por lá, é possível curtir a praia ainda vazia e, com tempo livre na volta, entre 17h e 18h, caminhar pelo calçadão sempre movimentado e visitar a Feirinha de Artesanato, aberta entre meio-dia e meia-noite. Quem for pernoitar na cidade pode ainda esticar o passeio até o aquário Acqua Mundo

2ª PARADA - SANTOS: MUSEU PELÉ

Quem chega desavisado pode demorar a perceber que o casarão verde e branco com o qual se depara logo na primeira parada da rota, já em Santos, abriga o Museu Pelé, dedicado à vida e carreira do maior jogador de futebol brasileiro e ícone do time santista. Construído no século 19, o prédio em frente à Estação do Valongo, no centro, preserva, além da fachada restaurada, as memórias pessoais e profissionais do Rei do Futebol. São 2.354 peças, entre troféus, camisas e objetos particulares, áudios, filmes e fotografias. Aberto das 10h às 18h; R$ 10 de terça a sábado e R$ 5 aos domingos. Site: bit.ly/museupele.

3ª PARADA - SANTOS: MUSEU DO CAFÉ

Num salão de pregão suntuoso, homens da elite brasileira do século 20 se reuniam diariamente para definir as cotações das sacas de café. Hoje, esse mesmo salão dá as boas-vindas a quem visita o Museu do Café, aberto em 1998 no mesmo edifício onde, entre 1922 e 1950, funcionou a Bolsa Oficial do Café. Seus quatro andares resgatam a história da produção cafeicultora nacional, com uma rica coleção de objetos antigos – foi a primeira vez que vi um telégrafo – e exposições temporárias. Como o tempo do Roda SP em cada parada é curto, vale voltar para tomar um cafezinho na saída e participar de eventos como degustação de café e cursos de barista. Abre de terça a sábado, das 9h às 17h; aos domingos, a partir das 10h. Até março, funciona também às segundas. Ingresso R$ 6. Site: museudocafe.org.br

4ª PARADA - SANTOS: PASSEIO DE BONDINHO E ALMOÇO NO CENTRO HISTÓRICO

A visita aos museus ocupa toda a manhã e até pode incluir surpresas, como a passagem pela 23ª Exposição de Presépios no Santuário do Valongo. Tudo é tão próximo no centro histórico de Santos que dá até para combinar com a guia uma troca de atrações. Como já conhecia o Museu do Café, acompanhei três moças que dispensaram o Museu Pelé no passeio de bondinho pelo centro – 40 minutos de tour guiado em um modelo de 1911 (assista ao vídeo: bit.ly/nobonde). O mesmo vale para o lugar do almoço. O Roda SP leva ao Bar e Restaurante Paulista, mas dá para trocar por outro local próximo, como a Estação Bistrô. Segui a sugestão do Roda SP, comi muito bem e gastei R$ 21. 

5ª PARADA - CUBATÃO: PARQUE ESTADUAL SERRA DO MAR

Uma hora separa a parte urbana do passeio da parte ecológica. Essa é a distância entre Santos e Cubatão, onde fica o núcleo Itutinga Pilões do Parque Estadual Serra do Mar, nossa última parada. Aos mais atentos, trata-se da reserva de Mata Atlântica que, além de Cubatão, atravessa outros sete municípios e acompanha a paisagem na janela de quem passa pelo Sistema Anchieta-Imigrantes. Tudo começa com a visita a construções antigas do que fora a vila operária de Itutinga início do século 20. Entre as mais curiosas estão a casa que abrigava a Cadeia Velha e as ruínas de um pequeno hospital. Dali, e já com roupas de banho, seguimos numa trilha de 500 metros até o poção, onde o grupo pode se banhar por uma hora antes da volta ao Guarujá. Faltou conhecer mais duas trilhas que terminam em cachoeiras, grátis e abertas à visitação com agendamento. Site: bit.ly/nucleopiloes.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.