Iberostar/Divulgação
Iberostar/Divulgação

Deslizando sobre águas calmas – e doces

Mais contemplação, menos badalação: pelos rios do Brasil, Europa e Ásia, é possível ter um panorama único tanto de grandes cidades quanto de pequenos povoados

Daniel Lisboa, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

30 Agosto 2016 | 03h24

Amazônia

Grand Amazon, Iberostar

O cruzeiro fluvial Grand Amazon, da Iberostar, opera no Brasil desde 2005 e está à disposição durante todo o ano. O navio sai do porto de Manaus para percorrer dois itinerários: o de três noites (sexta a segunda) pelo Rio Solimões e o de quatro noites (segunda a sexta) pelo Rio Negro. Quem quiser pode fazer também o circuito completo, que dura sete dias e inclui ambos os roteiros. 

O navio conta com 73 cabines com varanda privativa e vista para o rio, além de piscina, jacuzzi, academia e discoteca. Quem nele embarca tem também um leque variado de atividades para interagir com a mundo amazônico. Os pacotes incluem caminhadas em trilhas e passeios de lancha, visitas a casas da população ribeirinha, pesca de piranhas, focagem noturna de jacaré e observação do encontro das águas dos rios Negro e Solimões.

Há roteiros de durações variadas e todos costumam ser all-inclusive. Um pacote de sete noites sai no mínimo por R$ 6.020, sendo que crianças de 8 a 12 anos incompletos pagam 50% do valor para um quarto duplo. Já um de três noites, com as mesmas condições, custa a partir de R$ 2.580. 

Europa

AmaPrima, AmaViola e Scenic Cruises

No velho continente, você pode descer o Rio Reno a bordo do AmaPrima, da AmaWaterways. A embarcação para 164 passageiros parte de Basel (Suíça), em uma viagem de sete noites até Amsterdã (Holanda). A bordo, piscina aquecida, academia, salão de beleza e bicicletas para aproveitar as rotas às margens do rio. O pacote, chamado Reno Encantador, é representado no Brasil pela Velle e inclui visitas a castelos e um passeio de bike no bosque de Rheinau, próximo à Suíça. O itinerário tem ainda Breisach, Mannheim, Rudesheim, Koblenz e Colônia (Alemanha) e Estrasburgo (França). O preço para a saída de 31 de outubro fica a partir de U$ 1.332 - sem aéreo, como os demais.  TUDO SOBRE - Temporada de Cruzeiros 2016-2017

Outra alternativa da Velle é o roteiro Tempos de Natal. O passageiro embarca em Nuremberg (Alemanha) e segue em viagem de sete noites até Budapeste (Hungria). Aqui, o foco são os tradicionais mercados natalinos. Navegando pelo Rio Danúbio, o navio AmaViola leva seus hóspedes para conhecer sete desses centros, alguns surgidos no século 17. A embarcação passa ainda por Hilpoltstein e Regensburg (Alemanha), Linz, Melk e Viena (Áustria). O preço da saída de 8 de dezembro começa em US$ 2.520.

Já os amantes de vinho têm um roteiro sob medida chamado Deslumbrante Bordeaux, também da Velle. Durante dez dias, o navio Scenic Cruises visita vinícolas em Cadillac, Libourne, Cognac, Médoc e Arcachon. A saída de 3 de outubro custa a partir de US$ 3.895, com degustação incluída.

Oriente

Belmond Orcaella e Belmond Road to Mandalay

Seguindo rumo ao Oriente, cruzeiros fluviais aguardam viajantes também em Mianmar. O luxuoso Belmond Orcaella, operado aqui pela Qualitours, avança pelo interior do país do sudeste asiático em sete opções de passeios. O roteiro The Ayeyarwady Experience segue o Rio Ayeyarwady a partir de Bagan, cidade com ao menos 2 mil templos preservados. Passa pela cidade portuária de Magwe, onde uma pagoda (construção típica) atrai devotos vindos de longe para seus festivais religiosos. Paisagens montanhosas, monastérios, fortes e um buda de 6 metros de altura feito de palha também estão no percurso de oito dias. A embarcação comporta até 50 hóspedes e tem restaurante, bar, lounge, piscina, solário, butique e fitness center. Inclui também coquetéis e palestras culturais. O preço, para 14 de novembro, parte de US$ 7.410 - sem voo. 

Se a ideia de desbravar o Sudeste Asiático animou, talvez seja o caso de conferir os outros itinerários da Belmond em Mianmar. O navio Belmond Road to Mandalay, por exemplo, opera mais oito roteiros. No pacote Images of a Golden Land, os viajantes saem de Bagan rumo à cidade de Mandalay. No caminho, passeios de bicicleta e balão, templos, visitas a comunidades locais e participação em uma cerimônia budista. Com capacidade para 82 hóspedes, o pacote de quatro noites que sai em 26 de novembro custa desde US$ 2.820 - sem aéreo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.