Diversão garantida depois do pôr do sol

Quando o sol desce de vez no horizonte, o leque de opções é amplo. Para quem prefere um clima mais despachado, com botecos e baladas que reúnem gente descolada que não quer gastar muito, a cena boêmia da Cidade Baixa é uma boa. Embalados por shows de samba rock e MPB, casas como o Paraphernália (paraphernalia.com.br) e o Preto Zé (pretoze.com.br) cobram entrada entre R$ 15 e R$ 25. Som que vai muito bem com uma Polar (R$ 5), a cerveja preferida dos gaúchos.

O Estado de S.Paulo

01 Novembro 2011 | 03h08

Se depois a fome apertar, o Cavanhas (cavanhas.com.br) fica aberto a madrugada toda e reúne um público eclético. A especialidade é o sanduíche de coração de frango (R$ 10).

Para opções mais refinadas, siga para o bairro Moinhos de Vento, repleto de restaurantes, casas noturnas e bares de vinho como a Vinum Enoteca (www.vinum.com.br). A casa oferece fermentados sofisticados como o Bourgogne Roux Chardonnay safra 2009, em doses de 25, 75 ou 150 mililitros (preços de R$ 3,50 a R$ 21). Boa opção para quem quer provar um vinho de qualidade sem precisar pedir a garrafa inteira (R$ 98,90).

Perto dali, a elegante Rua

Padre Chagas, tem boas opções para comer bem e ainda

ver e ser visto. Para um lanche refinado, o Z Café (zcafe.com.br), de cozinha contemporânea, é boa opção. / F.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.