Do quarto à classe em poucos passos

Incremente a diária do hotel com aulas de culinária ou um superespecializado curso de design

Mônica Nóbrega,

15 Fevereiro 2012 | 15h42

 

Taças a postos para degustar

Sommelier do Le Meurice (lemeurice.com; desde 500 euros), um dos hotéis ícones do luxo clássico em Paris, Estelle Touzet é instrutora em sessões nas quais ensina a degustar e harmonizar vinhos. Em 5 de abril, 10 de maio e 7 de junho, as aulas ocorrem no Bar 228. Por 95 euros, incluem canapés feitos pelo chef três-estrelas Michellin Yannick Alleno. 

A rede Park Hyatt (park.hyatt.com), com mais de 20 hotéis, prepara jornadas enólogas durante o ano em suas unidades. A próxima será em Mendoza, na Argentina, de 22 a 25 de março: uma imersão no mundo do vinho, com aulas conduzidas por sommeliers em vinícolas locais. Pacotes custam desde US$ 2.500.

O hotel Principe di Savoia (hotelprincipedisavoia.com; desde 286 euros), em Milão, prepara aulas personalizadas pela sommelier Alessandra Veronesi, com tipos de vinho escolhidos pelo hóspede. O preço varia conforme os rótulos servidos.

 

'Hablar' espanhol com mexicanos

Quer incrementar o portunhol com novas palavras, gírias locais e o bom humor infalível dos instrutores mexicanos? Tanto em Cancún (Gran Caribe) quanto em Playa del Carmen (Gran Porto), os hotéis da rede Real Resorts (realresorts.com) oferecem aulas de espanhol previstas nas diárias dos pacotes all-inclusive (que começam em US$ 301). O vocabulário ensinado é o básico e visa principalmente o público americano. 

 

Decoração e moda à italiana

Em endereço dos mais apropriados, a italiana Milão, o Four Seasons (fourseasons.com/milan; desde 610 euros a diária) criou o curso de design de um dia com professores da Domus Academy. O foco é escolhido pelo hóspede: moda, decoração ou arquitetura (e o preço depende de tal definição). O programa prevê aula teórica, tour pela cidade e visita ao Triennale Design Museum, cujo acervo destaca design de vanguarda. 

 

Mão na massa em receitas gourmet

Claro que não se cria um experiente piloto de fogão em três ou quatro horas. Mas, para quem já tem certa intimidade com as panelas, minicursos de gastronomia, o tipo mais comum de aulas oferecidas em hotéis, são uma deliciosa oportunidade de descobrir segredos dos chefs que comandam os restaurantes desses estabelecimentos.

Com dois dias de duração (21 e 22 de fevereiro), o New Cooking Classes vai ensinar os hóspedes do Ritz de Madri (ritzmadrid.com; diária desde 250 euros) a preparar pratos que integram o cardápio do hotel há quase 100 anos, como a sopa consomé sévigné. Por 140 euros cada, as aulas serão comandadas pelo chef Jorge Gonzalez na escola de culinária Alambique.

Em um espaço com janelas amplas que deixam ver o Mar do Caribe, os hóspedes do Ritz Carlton (ritzcarlton.com; desde US$ 199) de Cancún aprendem a preparar receitas mexicanas. O minicurso começa sempre às 19h30, com reserva (US$ 120).

No Brasil, o paulista Unique Garden (uniquegarden.com.br; desde R$ 1.080), em Mairiporã, tem o programa Cozinhando com o Chef, apenas em datas especiais. A próxima edição será no Dia dos Pais, 12 de agosto, quando os hóspedes colocarão a mão na massa para preparar pizzas, orientados pelo chef Daniel Aquino.

Peixes e frutos do mar são o tema do recém-criado curso de culinária do Ponta dos Ganchos (pontadosganchos.com.br; desde R$ 1.340), em Governador Celso Ramos, no litoral de Santa Catarina. A aula é dada a apenas um casal por vez pelo chef Luis Salvajoli. Inclui da colheita de legumes na horta orgânica do resort e escolha dos peixes à degustação dos pratos. Aventais e facas usados pelos alunos são levados no fim das lições. Custa R$ 750.

 

Prepare drinques com o barman

Não basta chacoalhar a coqueteleira e fazer pose. Preparar bons drinques requer cuidado na escolha e na mistura de ingredientes. Macetes que você pode aprender em um curso de caipirinha no paulista Canto da Floresta (cantodaflorestaecoresort. com.br; desde R$ 473), em Amparo. Ou nas aulas de coquetéis no Park Hyatt de Hamburgo (hamburg.park. hyatt.com; diária desde 228 euros e 75 euros pelo curso, em 23 de junho e 22 de setembro), na Alemanha. Com capricho, seu copo pode ficar até bonito. Mas nada de apelar aos datados guarda- chuvinhas, por favor. 

 

Na praia, com os salva-vidas

Corrida, simulação de resgate em caiaque, lições sobre o uso correto do colete salva-vidas, jogos com o tema segurança e outras atividades cheias de adrenalina enchem o dia da meninada na oficina do Acqualina Resort (acqualinaresort.com; diária desde US$ 625), em Miami, que ensina como funciona o trabalho dos salva-vidas e da guarda costeira local. A participação é aberta aos pequenos com idades entre 5 e 12 anos. As atividades podem durar das 10 às 16 horas (US$ 55, com almoço) ou das 10 às 13 horas (US$ 35).

Também no Acqualina, outra opção é o programa que mostra uma espécie de cidade submarina formada por corais. As crianças mergulham e aprendem mais da vida subaquática. 

 

Equitação em duas fazendas

Crianças a partir de 6 anos podem aprender a montar a cavalo (R$ 130 a hora) no Hotel Fazenda Dona Carolina (donacarolina.com.br; desde R$ 665), em Itatiba, São Paulo. As aulas são dadas na hípica do hotel e a participação, restrita a hóspedes ou pagantes do day use.

A versão de campo do Hotel Fasano, o Boa Vista (boavista.com.br; diária a partir de R$ 980) também oferece aulas de equitação, que precisam ser agendadas na reserva. 

Mais conteúdo sobre:
viagem hotéis cursos culinária design

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.