Dordonha para pedido de casamento

Costumo ir a trabalho a Bordeaux e descobri duas cidadezinhas adoráveis da vizinha Dordonha: Benac-et-Cazenac e La Roque-Gageac. Voltarei agora com a minha namorada e terei uma sexta-feira, um sábado e um domingo livres. Gostaria de um roteiro por vilarejos encantadores da Dordonha para culminar em um pedido de casamento. (Cesar, São Paulo)

Ricardo Freire, O Estado de S.Paulo

15 Julho 2014 | 02h06

Não é tão complicado descobrir vilarejos assim. As mais belas cidadezinhas da França têm uma associação chamada Les Plux Beaux Villages de France. Todas estão reunidas num site bem organizado, o les-plus-beaux-villages.org.

A Dordonha é pontilhada de beaux villages. Minha recomendação é montar base numa área central, de onde vocês possam passear de carro sem nenhum compromisso, a não ser o de chegar a tempo para o jantar.

Reservem três noites no Maison des Peyrat (maisondespeyrat.com), um hotel de charme a 5 minutos de carro do centro histórico de Sarlat-la-Canéda (200 quilômetros a leste de Bordeaux). A maioria das cidadezinhas-bibelô se situam ao longo do rio Dordonha, entre Bergerac e Sarlat. Já no trajeto de ida, vocês podem parar na bastide (cidade fortificada) de Monpazier, na altiva Belvès (que tem sete campanários), em Benac-et-Cazénac (que já foi sitiada por Ricardo, Coração de Leão), Castelnaud-la-Chapelle (onde está o Château de Milandes, que já serviu de residência para Josephine Baker) e La Roque-Gageac (com suas casas de pedra e o forte troglodita esculpido na falésia).

O sábado é dia de mercado em Sarlat - programa perfeito para o fim da manhã. De lá subam até Saint-Léon-sur-Vezère (protegida por dois castelos), passem pelas cavernas de Lascaux (das famosas inscrições rupestres) e Saint-Jean-de-Côle (com suas casas de fachada ocre). À noite, jantem no Grand Bleu, o restaurante de Sarlat com uma estrela Michelin (legrandbleu.eu).

No domingo, cruzem o parque natural das Causses du Quercy até Rocamadour. Voltem pelo lindo vilarejo de Domme. Um restaurante pitoresco para fazer o pedido no início da noite de domingo (antes de escurecer) é o Au Vieux Moulin, em Eyziers-de-Tayac, a 15 quilômetros de Sarlat (moulindelabeune.com). Há um moinho funcionando do lado de fora. Leve a moça para contemplar o moinho e... "Quer casar comigo?".

Não há muita informação em português sobre a Dordonha. A talentosa blogueira Emilia Fernandes, do A Turista Acidental, tem um relato inspirador de uma viagem de Carcassonne a Sarlat (bit.ly/1nfwJcA).

Mais conteúdo sobre:
Ricardo Freire

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.