Doses generosas de agito à beira-mar

Maratona de boemia deve começar no The Paddock, bar com o jeito dos colonizadores holandeses

Natália Zonta , O Estado de S.Paulo

11 Novembro 2008 | 03h38

Mulheres, preparem o salto alto, a maquiagem e reservem a quarta-feira para se divertir em Aruba. Nesse dia da semana ocorre a ladies night, com drinques grátis para as meninas nas baladas mais populares da ilha. Rapazes, não se preocupem, vocês não foram excluídos da agitada noite caribenha. Por lá há opções que agradam a todos. As casas noturnas mais conhecidas ficam no centro da capital, Oranjestad, perto do porto. Basta caminhar à beira-mar para encontrar o circuito do agito. O início dessa maratona deve ser no Eetcafe The Paddock, um genuíno bar holandês. A freqüência gringa tem explicação: na realidade, Aruba não é um país e, sim, uma unidade independente do Reino da Holanda. Por isso, a ilha mantém acordos com universidades do país, que enviam seus estudantes para estágios no verão. Imagine a animação que toma conta das noites do Paddock... Às terças e às quintas-feiras, tudo fica ainda melhor: a casa funciona no esquema beba dois drinques e pague um.Do animado recanto holandês, siga para o tradicional Mambo Jambo, um bonito casarão cor-de-rosa à beira-mar, quase sempre repleto de turistas. Inevitavelmente, é por lá que você vai encontrar aquele casal animadíssimo do seu hotel ou aquele grupo que, visivelmente, não costuma sair à noite em seu país de origem. Mas relaxe: você está no Caribe e pagar mico na balada é quase obrigatório. Entre no clima, arrisque passos de salsa e prove a cerveja de Aruba, a Balashi, feita de água dessalinizada - já que a ilha não tem fonte própria. No Mambo Jambo, a latinha sai a US$ 2 (R$ 4,24). Outro detalhe: a casa está incluída no roteiro ladies night.BALADA FORTEPara terminar o roteiro e seguir dançando até o dia seguinte, vá para a mais animada (e lotada) casa da cidade, a Señor Frog. Durante o dia, o local funciona como um restaurante mexicano bem animado, com garçons engraçadinhos, que vira-e-mexe promovem concursos de quem bebe mais cerveja ou, do nada, viram um copo de um líquido misterioso na garganta dos turistas mais distraídos.Mas é à noite que o Señor Frog realmente fica agitado. Quem já esteve em outras partes do Caribe talvez conheça a fama do local. A casa tem filiais em diversos países, todas com o mesmo estilo despojado. O salão, ocupado por mesas na hora do almoço, vira uma pista de dança. Nas pick-ups, DJs empolgadíssimos tocam as músicas da moda e, claro, salsa.No bar, os drinques são os típicos do Caribe, com destaque para a variedade de margaritas (custam, em média, US$ 5 ou R$ 10,60). E já que você está em Aruba, aproveite para provar a bebida pedida por dez entre dez turistas: o Aruba Ariba, feito com Coecoei, um licor doce e vermelho produzido na região.Gostou do circuito mas ficou com preguiça de percorrê-lo? Sem problemas. Para facilitar a vida dos festeiros, há um roteiro específico pelas baladas. Empresas como a Banana Bus oferecem o trajeto pelas danceterias. O serviço custa US$ 45 (R$ 95,41) por noite e dá direito a cinco drinques.Eetcafe The Paddock: www.paddock-aruba.comMambo Jambo: www.mambojamboaruba.comSeñor Frog: www.senorfrogs.comBanana Bus: www.bananabusaruba.com

Mais conteúdo sobre:
caribeviagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.