Denny Lee/NYT
Denny Lee/NYT

Dublin

POR € 200

26 Maio 2009 | 09h08

Dormir: Hostels e pousadas baratinhas são alguns tesouros da Lower Gardiner Street. Mas nenhum tem serviço de quarto, piscina e spa. Com esses mimos a mais e por quase o mesmo preço você pode se hospedar no Camden Court Hotel (Camden Street; http://www.camdencourthotel.com/). Fica a 15 minutos a pé do Temple Bar. Diária a € 89.

 

Comer: No mercado gastronômico do Temple Bar (http://www.templebar.ie/), vá para o Paddy Jack e peça o sanduíche feito com fatias de pão de azeitona e recheio de carneiro grelhado, queijo e salada. Custa 5,50. Ao anoitecer, a pedida é o hambúrguer orgânico do Jo’Burger (137 Rathmines Road; http://www.joburger.ie/). O Dobson burguer sai por € 9,95. Custo do almoço e jantar: € 15,45.

 

Comprar: Não pode pagar 35 mil pela primeira edição de Ulisses na Catchach Books (10 Duke Street; http://www.rarebooks.ie/)? Então siga para o mercado de livros do Temple Bar e arremate a versão usada por 10. Com mais € 20, você ainda leva um LP do U2, o DVD Lord of the Dance e um livro de fotos do lendário jogador de futebol George Best. Total: € 30.

 

Curtir: O Bernard Shaw (11-12 South Richmond Street; www.bodytonicmusic.com/bshaw) é o endereço mais divertido de Portobello, com pátio grafitado, música eletrônica e galeria de arte. Duas rodadas de cerveja ou dois mojitos custam, em média, € 20.

 

Economizar: Quando o dia está ensolarado, nada melhor do que passear pelas alamedas do Parque St. Stephen’s Green, no centro. Mas se chover, corra para a galeria Hugh Lane (Parnell Square North; http://www.hughlane.ie/), que tem a mais famosa coleção de arte moderna e contemporânea da cidade. Aos domingos, há concertos ao meio-dia. E tudo de graça.

 

Valor total: € 154,45

 

Veja também:

linkDez cidades. Com muito ou com pouco

linkParis

linkMadri

linkLisboa

linkRoma

linkLondres

linkAmsterdã

linkBerlim

linkPraga

linkCopenhague

 

POR € 1.000

Dormir: Não há lugar melhor que o Clarence (6-8 Wellington Quay; http://www.theclarence.ie/) se você quer charme bem no centro nervoso da cidade. Instalado num prédio de 1852, na frente do Rio Liffey, tem como donos nada menos que Bono Vox e The Edge, do U2. Um quarto com varanda custa € 284.

 

Comer: Simpatia não é o forte do chef Dylan McGrath, mas você pode superar isso ao comer no Mint (47 Ranelagh Village), que conquistou uma estrela Michelin no ano passado. Para duas pessoas, o jantar com vinho custa € 230. No almoço, a refeição do Chapter One (18-19 Parnell Square; http://www.chapteronerestaurant.com/), no subsolo do Dublin Writers Museum, mistura temperos irlandeses e cozinha francesa. Você vai gastar cerca de € 80.

 

Comprar: Dê um tempo nas lojas da Grafton Street, o mais famoso point comercial de Dublin, e siga para o Powerscourt Townhouse Center (59 South William Street; http://www.powerscourtcentre.com/). A Design Centre (http://www.designcentre.ie/) tem peças de estilistas locais como Philip Treacy. Um vestido simples custa cerca de € 120.

 

Curtir: Um dos lugares mais elegantes para se tomar um drinque é o Horseshoe Bar do Shelbourne Hotel (27 St. Stephen’s Green; http://www.theshelbourne.com/). Se quiser ostentar, peça o drinque Royal Champagne - com conhaque top e açúcar mascavo (€ 250). Caso contrário, vá de martini (€ 11,50).

 

Gastar: Há mais de 60 campos de golfe em Dublin. O Royal Dublin (North Bull Island Nature Reserve; http://www.theroyaldublingolfclub.com/), fundado em 1885, tem 18 buracos e já recebeu até Bill Clinton. Preço: € 135.

 

Valor total: € 860,50

Mais conteúdo sobre:
Viagem Europa Dublin

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.