Duelo à mesa

Melhor do mundo

O Estado de S.Paulo

29 Maio 2012 | 03h11

Recentemente eleito (de novo) o melhor restaurante do mundo, o Noma (noma.dk; foto), em Copenhague, baseia seu cardápio em frutos do mar, peixe - quase sempre cru ou marinado - e ingredientes escandinavos. Reservas exigem antecedência mínima de três meses. O jantar custa, em média, 350 por pessoa

Isolamento total

Só de barco se chega ao Cornelius (cornelius-restaurant.no), na norueguesa Bergen. O isolamento permite a obtenção de frutos do mar frescos - que, em roupa de mergulho, o proprietário Ronald Saetre sai para colher perto da ilha todos os dias. Cabe ao chef do restaurante fatiar e preparar os pratos na hora

Água na boca

Dinamarca e Noruega também competem pela fama de melhor e mais exótico destino gastronômico do continente europeu. E, com fartura de frutos do mar fresquíssimos à disposição, costumam mesmo fazer bonito à mesa. Para alegria dos visitantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.