Nathalia Molina/Estadão
Nathalia Molina/Estadão

Econômico

Não é só o preço do pacote que importa, mas também o custo de vida na cidade do curso

O Estado de S.Paulo

28 Março 2017 | 04h30

Economia não significa necessariamente buscar o pacote mais barato. O custo de vida na cidade escolhida influencia muito o montante gasto no roteiro. Segundo Maura Leão, presidente da Belta, a África do Sul é uma boa opção para quem está com o orçamento apertado. “Cidade do Cabo tem escolas excelentes, com ótimo custo-benefício”, avisa. 

Outra dica importante é o planejamento: quanto antes definir o destino e o programa escolhido, mais chances de conseguir aproveitar as promoções feitas pelas escolas para estudantes brasileiros. Além disso, há a diferença cambial: uma vez fechado o roteiro, o preço é parcelado em real, no câmbio do dia, e você fica livre de possíveis flutuações. O Viagem fez uma reportagem no ano passado só com dicas para economizar no seu curso no exterior. Leia aqui.

PACOTES

Cidade do Cabo, África do Sul

Duas semanas de curso de inglês com hospedagem em residência estudantil em quarto compartilhado, com café da manhã, a partir de R$ 2.517,02 na CVC.

 

Toronto, Canadá

Duas semanas de curso com acomodação em casa de família (em quarto individual com café da manhã e jantar), com material incluído. R$ 3.210 na Experimento.

 

Malta

A partir de US$ 1.450 por duas semanas, com material, hospedagem em casa de família em quarto duplo, café da manhã e jantar. Na EF.

Mais conteúdo sobre:
África do Sul Viagem CVC Toronto Canadá Malta

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.