Em Chicago, o lar do presidente

Badalado da noite para o dia, o multicultural Hyde Park abriga a casa da família e várias opções de lazer

Michael Y. Park, The New York Times

20 Janeiro 2009 | 02h14

O Hyde Park não recebe tanta atenção desde 1893, quando a Feira Mundial de Chicago apresentou ao país a eletricidade. Mas, nos últimos tempos, esse bairro arborizado, de diversidade racial e casas suntuosas, perto da Universidade de Chicago, virou sensação graças a Barack Obama, que mora por ali, em uma casa seis quartos construída em arquitetura georgiana.   Veja também: Washington vive momentos de euforia. Na política e no turismo Você no palco de grandes decisões Acervos inacreditáveis - e gratuitos Diversão também para as crianças Para brincar de espião, policial ou jornalista por um dia Três bairros concentram o agito Grifes e souvenirs para lotar a mala  Tour para ver a vovó famosa  Desde o dia da eleição, multidões de turistas, de interessados em história e de moradores orgulhosos de Chicago aglomeram-se no Hyde Park para ver o lugar onde o 44º presidente dos Estados Unidos iniciou sua carreira política. No bairro vivem ricos americanos de origem africana e professores menos abastados, interessados nas boas lojas de vinho e nas muitas livrarias universitárias.   Ovos mexidos, bolinho de batatas e salsicha no desjejum preferido do homem mais poderoso do mundo Entre as atrações em destaque está a Cafeteria Valois, uma gordurosa lanchonete caseira entre uma locadora de vídeo e uma loja de comida saudável, onde homens de idade avançada papeiam nas mesinhas. O prato favorito do novo presidente - ovos mexidos, hash browns (uma espécie de bolinho de batata frita picada) e salsicha (ou bacon, se você insistir) - foi rebatizado como Café da Manhã Obama. Ainda que, atualmente, ele mesmo só peça o prato para viagem. Da mesma forma, Obama não deve manter o hábito de cortar o cabelo (por US$ 21 ou R$ 49) no Hyde Park Hair Salon, uma barbearia decorada com pôsteres do time de futebol americano Chicago Bears e da lenda do boxe Mohamed Ali, que também morou no bairro. Um bom lugar para experimentar o clima multicultural do Hyde Park é a 57th Street. Acadêmicos exploram as prateleiras poeirentas da 57th Street Books enquanto animadas famílias afro-americanas dividem pizzas no Medici. Nesse popular restaurante italiano, Malia e Sasha Obama, filhas do presidente eleito, fizeram festas regadas a pizza. A camiseta com a inscrição "Obama come aqui" está à venda por US$ 18 (R$ 42). O Hyde Park tem mais a mostrar. De um lado está a Universidade de Chicago, de arquitetura neogótica e decorada com gárgulas de granito. Do outro, o Museu da Ciência e da Indústria. No meio fica a famosa Casa Robie, ícone da arquitetura modernista, assinada por Frank Lloyd Wright - o arquiteto que projetou, entre outros, o Museu Bilbao de Nova York. Mas o atual endereço de mais prestígio no bairro é mesmo o número 5.046 da South Greenwood Avenue, a casa de tijolos vermelhos dos Obamas. Nem perca tempo tentando tirar uma preciosa foto. O Serviço Secreto e a polícia de Chicago formaram uma zona de segurança de vários quarteirões ao redor da residência. Cafeteria Valois: 1.518 East 53rd Street; tel.: (00--1-773) 667-0647 Hyde Park Hair Salon: 5.234 South Blackstone Avenue; tel.: (00--1-773) 493-6028 57th Street Books: 1.301 57th Street; tel.: (00-1-773) 684-1300 Museu da Ciência e da Indústria: 57th Street com Lake Shore Drive; tel.: (00--1-773) 684-1414 Robie House: 5.757 South Woodlawn Avenue; tel.: (00-1-773) 834-1847

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.