Bruna Toni/Estadão
Bruna Toni/Estadão

Episódio 4: cantando em russo

As músicas folclóricas e contemporâneas da Rússia

Estadão Conteúdo

30 Março 2018 | 19h58

Cantar espanta os males, incentiva o time e ajuda a aprender uma língua diferente. Por tudo isso, não poderia faltar um episódio do programa A Rússia Logo Ali que falasse sobre as canções e os músicos russos.

Para quem tem curiosidade de conhecer as músicas folclóricas russas de pertinho, uma dica é acompanhar o trabalho do Grupo Volga. Formado na década de 1980 no bairro da Vila Zelina, zona leste de São Paulo, por russos e descendentes de russos, lituanos e de outras partes do Leste Europeu, o grupo dança e canta canções tradicionais do país da Copa. 

 

Nossa reportagem foi conferir um ensaio do  coral do Grupo Volga e descobriu não apenas músicas folclóricas, como curiosidades sobre seus trajes, sobre a origem das canções, a forma como cada um de seus integrantes aprendeu a falar português e como tentam transmitir a cultura russa a seus descendentes nascidos no Brasil. Entre os clássicos cantados, Kalinka, música de 1860, foi a que mais nos animou - e bem poderia ser ritmo da Copa do Mundo, já que há várias versões da música hoje em dia.

Além das canções tradicionais, a Rússia tem um cenário pop bastante interessante. O rap é representado por Timati e GUF, enquanto o pop (sensual) fica por conta de Yulia Volkova (ex-t.A.T.u) e Nyusha. E não poderíamos esquecer de Vitas, um ícone do cenário musical da Rússia (e dos memes da internet também). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.