Etiópia e Cuba, mais dois destinos no horizonte dos brasileiros

Mais uma ligação aérea direta entre São Paulo e o continente africano, a terceira, estreou ontem. A Ethiopian passa a operar três voos por semana entre São Paulo e Adis Abeba, capital da Etiópia e hub da empresa. As outras companhias são South African, da África do Sul (flysaa.com), e TAAG (taag.com.br), de Angola.

O Estado de S.Paulo

02 Julho 2013 | 02h14

A Ethiopian pretende se estabelecer como um ponto para conexões ao Oriente Médio, África e Ásia. Já existem voos à venda para Tel-Aviv e Beirute (a partir de US$ 916), Mumbai (US$ 1.350) e Hong Kong (US$ 1.499). O trecho São Paulo-Adis Abeba-São Paulo custa desde US$ 1.399. Por enquanto, bilhetes estão à venda por telefone (11-4063-5199) e e-mail (vendas.sao@aviareps.com). A operação online está em implantação.

Os voos são diretos, mas têm escalas no Rio e em Lomé, no Togo. Saem de São Paulo às terças, quintas e domingos, com 12h35 de duração da viagem; no sentido inverso, segundas, quartas e sábados, com 16h05 de trajeto. Tempo que os 246 passageiros da econômica enfrentarão em poltronas com 84 centímetros de espaço para as pernas. Na executiva são 24 assentos. Não há primeira classe.

Havana. Daqui a oito dias, em 10 de julho, São Paulo volta a ter ligação direta com a capital de Cuba, uma vez por semana. O voo da Cubana de Aviación decolará às quartas-feiras de Havana, rumo à capital paulista, e às quintas para o trajeto inverso. Bilhetes de ida e volta devem custar cerca de US$ 1 mil, mas ainda não estão à venda no site cubana.cu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.