Experiências radicais para testar os nervos

Mais que mordomias à vontade e praias perfeitas, ilhas estão cheias de passeios sob medida para quem adora levar a adrenalina às alturas

Allison Busacca, do THE NEW YORK TIMES,

15 Novembro 2010 | 10h00

Quando se pensa em férias no Caribe, a ideia de atividades radicais ganha outros significados. Seria uma caminhada na praia? Talvez. Almoçar à beira da piscina? Quase. Uma sessão cochilo na toalha?

Mas entre o bronzeado, os mergulhos no mar e na piscina e os esportes aquáticos mais comuns, as ilhas caribenhas oferecem uma riqueza de opções que vão testar sua coragem. A maioria das aventuras selecionadas a seguir não é para crianças e exige algum preparo físico. Reúna coragem e teste seus limites.

 

 

Snorkeling com baleias

República Dominicana

 

As primeiras lembranças quando se fala em snorkeling costumam ser recifes de corais, cardumes de peixes e arraias. Aqui, a ideia é brincar com um animal marinho bem maior. De janeiro a março, baleias jubarte se refugiam no Silver Bank, um trecho do Atlântico entre a República Dominicana e Turks e Caicos. Você pode deslizar a 3 metros dos filhotes, enquanto as mães apenas observam, alguns metros abaixo. "O filhote mergulha e volta à superfície várias vezes. É uma daquelas cenas que você tem de colocar em sua lista", diz Wayne Hasson, presidente da Aggressor Fleet, agência que oferece expedições de uma semana a partir de Puerto Plata (US$ 2.795 por pessoa, com refeições e hospedagem). Em algumas poucas situações, diz Hasson, os turistas não são autorizados a cair n’água: quando dois machos estão lutando por território ou tentam impressionar uma fêmea. Mas os filhotes são extremamente curiosos e dóceis e praticamente não há risco se você se aproximar deles devagar, com gestos suaves.

Desde Turks e Caicos, há opção de tour de três horas. Por US$ 65 por pessoa, com a Oasis Divers.

 

Parapente ao natural

Saint Martin

Uma coisa é sobrevoar a praia, com os pés balançando no ar e apenas uma rede de cordas evitando que você caia no mar. Outra é fazer isso sem vestir nenhuma peça de roupa. Naturistas em busca de um passeio assim devem seguir para a Orient Bay, em Saint Martin, uma das praias de naturismo mais famosas do Caribe. Com a Sun Smile Parasail, o voo custa US$ 60 por pessoa. O resort naturista Club Orient tem opções de snorkeling e cruzeiros de um dia em que roupas são opcionais.

 

Caminhada com morcegos

Trinidad

A mais de 300 metros de altura, o Monte Tamana é o ponto mais alto da região central de Trinidad. Depois de uma caminhada de 30 minutos até o topo, os aventureiros são recompensados com mais que uma vista belíssima, que vai de norte a sul da ilha. Encontram também a primeira câmara da intrincada rede de cavernas de Tamana, onde é possível chegar bem próximo dos milhares de morcegos que vivem lá dentro. "A aventura está justamente em ficar tão perto destas criaturas quanto você nunca esteve", diz Courtenay Rooks, dono da agência Paria Springs. Alguns turistas se arriscam até a segunda caverna, onde um simples passo pode desencadear um chacoalhar de asas dos animais. A expedição de um dia custa US$ 85 por pessoa, com transporte e lanche.

 

Caiaque fosforescente

Porto Rico

Em uma noite sem lua, remar um caiaque pelas águas das baías bioluminescentes de Porto Rico transforma a escuridão sem fim em uma profusão de luzes brilhantes. O Lago La Parguera, Puerto Mosquito, em Vieques, e a Lagoa Grande, na Reserva Natural Cabezas, em Fajardo, são repletos desses organismos, mistos de planta e animal, que emitem luzes quando agitados. O resort Waldorf Astoria El Conquistador, em Fajardo, organiza excursões para os hóspedes (US$ 89 por pessoa).

 

 

 

Rapel entre cânions

Dominica

A ilha recoberta de floresta tropical tem sete vulcões ativos com até 1.500 metros de altitude e a segunda maior fonte de águas termais do mundo, o Lago Boiling. Com o tempo, as águas esculpiram cânions de até 60 metros de extensão. A única forma de conhecê-los por dentro é participar de um canyoning, um tipo de expedição que mistura rapel em cachoeira, caminhadas pela floresta e mergulho nas águas transparentes. A aventura organizada pela agência Extreme Dominica, com duração de três a quatro horas, custa US$ 150 por pessoa.

 

Mergulho noturno

Bermudas

Certo, tecnicamente, Bermudas não está no Mar do Caribe. Mas faz parte da Caricom, a aliança política das nações caribenhas. E, com mais de 300 naufrágios e um dos recifes de corais mais preservados do mundo, a ilha é cheia de oportunidades de mergulho. Fato que, aliás, boa parte dos turistas desconhece: a maioria vai lá para jogar golfe. De junho a outubro, a agência Triangle Diving organiza mergulhos noturnos até o King George, um barco afundado em 1930. "Durante a noite, você vê espécies diferentes. O peixe-papagaio estará acordado. Caranguejos e polvos ficam mais ativos", conta o gerente Graham Christmas. A excursão de três horas é oferecida apenas a mergulhadores certificados, por US$ 100, mais US$ 40 pelo aluguel do equipamento.

 

 

Antes de ir

 

República Dominicana: SP-Santo Domingo-SP, desde US$ 798 (Taca). Sem visto

Saint Martin: SP-Saint Martin-SP, US$ 2.244 (American e Air France). Exige visto

Trinidad: SP-Porto de España-SP, desde US$ 864 (Copa). Não exige visto

Porto Rico: SP-San Juan-SP, desde US$ 962 (Copa). Com visto

Dominica: SP-Antigua-SP, desde US$ 1.401 (American). Com visto

Bermuda: SP-Bermuda-SP, desde US$ 1.203 (American e TAM). Exige visto.

 

 

 

Veja também:

 

linkExclusividade em alto-mar

linkHospedagem para as férias, em dois cliques

linkRenaissance Curaçao: um modelo a copiar

linkUma visita aos gabrovanos

link Reflexo moderno

link De museus a prédios históricos, cinco atrações imperdíveis

linkNos passos de Barack Obama

blog Blog. Dicas e bastidores das viagens da nossa equipe

blog Twitter. Notícias em tempo real do mundo turístico

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.