Feira global

Dezembro chega e parece que traz consigo uma espécie de salvo-conduto para o consumo. É Natal que se aproxima, décimo terceiro que cai na conta, coração que amolece de vontade de presentear e, se nessa equação entrar também uma viagem, o resultado é previsível: sacolas e mais sacolas.

O Estado de S.Paulo

27 Novembro 2012 | 02h13

Ok, você merece e os preços no Brasil estão tão altos que mesmo gastos em euro e dólar podem representar economia. Mas, antes de se jogar nos endereços de compras mais bacanas do planeta, valem algumas dicas.

Lembre-se que o real já foi mais forte. Agora, cada dólar vale cerca de R$ 2 e o euro, R$ 2,70, com variações diárias que fazem toda a diferença na fatura do cartão de crédito, especialmente no caso de valores altos. E há o famigerado IOF, o imposto sobre operações financeiras que o governo brasileiro cobra de cada real gasto. Escolher bem a forma de pagamento, portanto, é uma precaução.

A boa notícia é que muitas lojas pelo planeta estão empenhadas em garantir mimos e vantagens aos turistas. As Galerias Lafayette, em Paris, oferecem assistência em português. Boa parte dos outlets de Orlando e Miami distribuem mapas no nosso idioma. Na The Bay, em Toronto, basta apresentar o passaporte para ganhar um livreto com cupons que abonam o imposto de 15% em vários produtos.

Por falar em tributos, procure o selo que indica lojas tax free. Nelas você pede um formulário e, dependendo do total gasto, pode recuperar no aeroporto o valor dos impostos. Dá trabalho, mas é uma forma de economizar.

Pechinchas. Por fim, a mais sensata de todas as dicas. Janeiro, e não dezembro, é o mês mundial da pechincha. Passado o réveillon, começam as liquidações. Vale a pena ir comprar em Nova York, Tóquio, Paris (onde as soldes têm data oficial, 9 de janeiro a 12 de fevereiro), na Espanha (Madri aboliu o calendário oficial de rebajas, mas a maioria dos comerciantes garante que haverá descontos no começo do ano; Barcelona lança sua temporada em 7 de janeiro) e em Dubai, que tem até Shopping Festival, de 3 de janeiro a 3 de fevereiro.

Esperar ou não é decisão sua. Qualquer que seja, leve na mala o guia que preparamos para ajudar a aproveitar o melhor do circuito de compras pelo mundo. Um roteiro movido a tentações, de acordo com seu estilo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.