Golfinhos e tartarugas, para ver e preservar

Dois projetos icônicos zelam pela preservação da fauna local em Fernando de Noronha. Cerca de 40 mil pessoas por ano visitam a base do Projeto Tamar (www.tamar.org.br), que tem como foco as tartarugas marinhas. Todas as noites, a partir das 21 horas, há palestras sobre a fauna local. Mediante agendamento, visitantes podem acompanhar a captura dos animais às segundas e quintas-feiras e, de dezembro a junho, observar o monitoramento noturno da Praia do Leão e a abertura dos ninhos.

O Estado de S.Paulo

02 Abril 2013 | 02h08

Criado em 1990, o Golfinho Rotador (www.golfinhorotador.org.br) faz pesquisas científicas com os cetáceos com o intuito de preservação e educação ambiental. Acorde cedo e siga até o Mirante dos Golfinhos por uma trilha de 1 quilômetro a partir da Baía do Sancho. A vista é incrível: o sol nasce enquanto o grupo observa o comportamento dos rotadores. Enquanto isso, monitores dão orientações e explicações sobre os animais. /R.P. e C.A.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.