Grifes sem passar do limite

Leve o cartão de crédito aos outlets dos arredores

O Estado de S.Paulo

26 Janeiro 2010 | 02h01

LAS VEGAS

Fartura de vitrines somada a etiquetas que indicam descontos, mais numerosos depois da crise econômica. Vegas se transformou em um autêntico paraíso do consumo. Há lojas e shoppings por toda a Strip, a via principal da cidade. Mas os outlets são escolha imbatível para voltar para casa com as sacolas cheias sem estourar o limite do cartão de crédito.

Há três shoppings de descontos nos arredores: Premium Outlets, Outlet Center e Fashion Outlets. As araras costumam ser preenchidas com peças de coleções passadas, mas é possível encontrar novidades. Grifes internacionais e marcas menos conhecidas dos brasileiros têm seus pontos de venda.

Para não correr risco de ficar com um mico no armário, escolha peças em cores e modelos clássicos. Sugestões: a camiseta básica da Ralph Lauren, vendida por US$ 13 (R$ 23), e a polo, por US$ 40 (R$ 71). O pretinho básico Calvin Klein custa desde US$ 80 (R$ 142).

No quesito óculos de sol há pechinchas como o modelo Prada, por US$ 150 (R$ 267) e o Ray Ban aviador, por US$ 129 (R$ 230). A armação da Christian Dior, vendida por quase R$ 1 mil no Brasil, no outlet não custa mais que R$ 230. Até roupa de cama vale a pena: lençóis de 400 fios, com preço médio de R$ 300 no Brasil, podem custar R$ 90 cada no outlet.

Quer apenas uma camiseta-souvenir, aquela com a frase "Estive em Las Vegas"? Para isso não precisa ir longe. Nas lojas de lembranças dos hotéis, o preço caiu de US$ 15 (R$ 27) para US$ 11,95 (R$ 21).

Compras: visitlasvegas.com, no menu play, opção shopping

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.