Guias de viagem escritos por blogueiros: baixe o seu

Os blogs vêm disputando espaço com os guias de papel na hora da sintonia fina das decisões de viagem. Nada mais natural que os blogueiros comecem a editar seus próprios guias. Pode parecer antiquado que a maioria seja produzida em PDF, para imprimir - mas isso faz parte do charme autoral (e artesanal) desses guias.

Ricardo Freire,

03 Julho 2012 | 03h09

Entre os disponíveis estão a coleção O Barato de Lisboa, Madri, Roma, Paris e Santiago, de Silvia Oliveira (matraqueando.com.br), os dois guias (de papel) de Paris da papisa Lina Hauteville (conexaoparis.com.br), o guia de Amsterdã de Daniel Duclós (ducsamsterdam.net), o guia do Museu do Prado de Patricia de Camargo (turomaquia.com) e o roteiro de sete dias em Paris de Ana Catarina Portugal (blogjunto.com/turistaprofissional). Todos custam entre R$ 20 e R$ 30.

* Acompanhe o caminho do colunista em viajenaviagem.com

Quero visitar Chipre a partir da Turquia, desembarcando em Nicósia. Vale a pena alugar carro? (Zeka, São Paulo)

O aeroporto de Ercan, perto de Nicósia, não é reconhecido pelo governo de Chipre como um ponto de entrada válido porque está nos territórios ocupados. Você precisaria desembarcar em Larnaca (vindo da Grécia) para poder fazer a ilha inteira. Chegando por lá, não dá para cruzar para o sul, mas o contrário é possível. Alugar carro vale a pena.

Estou pensando em sair de manhã de Paris, pegar o trem, passar o dia em Londres e voltar. O que você acha? (José Augusto, São Paulo)

Porque as duas cidades estão a apenas duas horas e meia de distância, muita gente tem essa ideia. Mas seria o city tour mais caro (e provavelmente mais cansativo) da sua vida. Passar algumas horas em Londres não vai saciar a sua curiosidade e vai oferecer mais perrengues do que recompensas. E o pior: você terá perdido um dia em Paris...

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.