Há cem anos, a corrida ao Polo Sul

Os cruzeiros turísticos de hoje nada têm a ver com as experiências extremas dos antigos exploradores, como Roald Amundsen (veja a rota percorrida por ele na página 14), primeiro a alcançar o Polo Sul geográfico. Amanhã comemora-se o centenário da conquista do capitão norueguês, que não avisou nem mesmo a sua tripulação o destino da viagem. A estratégia de Amundsen tirou a conquista do inglês Robert Scott, que chegou 34 dias depois, em uma operação conhecida pela quantidade de decisões desastrosas. Scott e parte de sua equipe morreram no trajeto de volta ao navio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.