Iguaçu, patrimônio com melodia própria

   Exemplo sustentável. Natureza e infraestrutura juntas em Foz do Iguaçu. Foto: Filipe Araújo/AE

01 Junho 2010 | 01h50

 

 

À medida que se avança, a música fica mais alta. Atrai. Instiga o visitante a ir além, em busca da origem de tal sinfonia. De repente, o caminho se abre e revela a orquestra: as Cataratas do Iguaçu. São até 300 cachoeiras na época de cheia, criando um espetáculo de som - e de movimento.                                 

 

Maravilha surgida após sucessivos derrames de lava basáltica, há 225 milhões de anos. Ou, como diz a lenda, pelo amor da jovem Naipi e do guerreiro guarani Tarobá. Conta-se que o deus-serpente M"Boi, enfurecido com a fuga do casal, se enfiou na terra e contraiu os músculos, transformando as águas calmas do Rio Iguaçu em cataratas. Como castigo, Naipi virou uma rocha da Garganta do Diabo e Tarobá, uma palmeira. Condenados para sempre a viver distantes.  

 

Tamanha imponência merece infraestrutura à altura. E é o que se encontra no Parque Nacional do Iguaçu. Mantido por uma empresa privada, o parque é considerado modelo. Visitantes não entram com carros - ônibus de dois andares circulam pelo local, com paradas estratégicas. Elevadores panorâmicos permitem visão geral das cataratas. Tudo isso com acesso para deficientes.  

 

Veja também:

Herança natural

Impacto reduzido no Paraná

Turismo e ecologia de braços dados em Fernando de Noronha

Jurerê conquista selo ambiental e vira exemplo na América Latina

 

Depois de contemplar a principal atração, os turistas podem fazer várias atividades, promovidas por empresas terceirizadas. É possível fazer um rafting pelo Rio Iguaçu. Ou chegar pertinho das quedas-d"água, durante passeio em uma das lanchas do Macuco Safári. Melhor reservar um dia para dar conta de tudo. Nos primeiros quatro meses de 2010, quase 430 mil pessoas visitaram o lado brasileiro de Iguaçu. 

 

Nenhuma surpresa, portanto, dizer que o parque está na lista de Patrimônios da Humanidade da Unesco. Em breve, as cataratas poderão figurar nas 7 Maravilhas do Mundo da Natureza - o local está entre os 28 finalistas.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Cataratas do IguaçuViagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.