Irresistíveis chocolates por toda a parte

Não deu para conferir, mas dizem que a expiração das vacas que pastam na Suíça tem um cheiro doce - "efeito colateral" da grama suculenta que cobre as montanhas do país. Daí que, por causa dessa alimentação naturalmente aditivada, o leite que delas sai é dos deuses, tanto para queijos como para chocolates. Como se diz em Zurique, falemos de chocolataria, já que a fábrica da Lindt & Sprüngli (lindt.com) fica a uns 14 minutos da estação central da cidade.

O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2011 | 03h09

O tour pela líder mundial de chocolate premium está temporariamente cancelado, o museu fechado, mas ao menos a loja segue funcionando, de segunda a sexta-feira, das 10 às 17 horas, com uma quantidade enfartante de ofertas, daquelas que você deixa para comprar no free shop da volta.

A chegada à Lindt é feita por trem até Kilchberg e por ônibus até a fábrica. De qualquer forma, você pode experimentar uma de suas marcas registradas, os Luxemburgeli, em lojas da Sprüngli fincadas em Zurique. Há uma na Hauptbahnhof, outra na Bahnhofstrasse.

Os Luxemburgeli são minimacarrons leves e aerados, criados por um confeiteiro de Luxemburgo há mais de 50 anos, e que hoje ultrapassam 30 sabores. Numa caixinha que dá dó jogar fora, você pode reunir esses pequenos "ovnis" nos sabores limão, caramelo, baunilha, chocolate, pistache, framboesa e - uau! - champanhe. Devore de imediato, porque os Luxemburgeli são sensíveis à flor da pele. Não gostam de umidade, enfim.

Por um preço mais em conta existe a Frey. Criada em 1887 (51 anos depois da Lindt), os doces produzidos pela marca são vendidos exclusivamente na rede Migros, que a incorporou em 1950. Mas há tantos Migros e Migrolinos em Zurique que dá para carregar a bolsa de bombons sem dificuldade.

A recomendação é experimentar um stracciatella, um noir authentique e um merveille de lait, e depois repetir alternadamente. No lanche das crianças, as mães invariavelmente colocam uma Classic Branch, barrinha de chocolate ao leite revestida de creme de nozes, no meio do pão. Se as mães suíças - um extremo de devoção - o fazem, tenha certeza de que você será uma mãe para si mesmo se experimentar esse "hot-dog suprême".

E eu nem falei dos cupcakes das pâtisseries do centro velho, menos doces e mais saborosos que os americanos. Você certamente vai esbarrar num deles porque Zurique é pequena. E muito saborosa. /M.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.