Jardins de Monet

Provavelmente a mais famosa das telas à mostra no CCBB, O Lago das Ninfeias, Harmonia Verde (1899) é uma das que retrata os jardins da casa de Claude Monet em Giverny (foto), vila a 70 quilômetros de Paris.

O Estado de S.Paulo

14 Agosto 2012 | 03h10

Monet viveu ali durante os últimos 43 anos de sua vida, até 1883. Apaixonado por jardinagem, ele mesmo projetou o jardim da propriedade, que ainda conserva flores como rosas, peônias e narcisos. Tanto que as visitas estão abertas apenas enquanto as áreas verdes estão em sua melhor forma: de 1º de abril a 1º de novembro. Entrada: 9 (R$ 22; fondation-monet.fr).

A cidadezinha tem o seu Museu dos Impressionismos (mdig.fr; entrada a 6,50 ou R$ 16), aberto de 1º de abril a 31 de outubro. A mostra De Delacroix a Signac está agora em cartaz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.