Juliana Magalhães
Juliana Magalhães

La Digue, onde estão as praias mais bonitas

Anse Source d'Argent tem deslumbrantes faixas de areia enfeitadas por rochas de granito

Amanda Noventa, Estadão

09 Junho 2015 | 05h00

Fica em La Digue, ilha a nordeste de Mahé e a 15 minutos de ferry de Praslin, a imagem de Seychelles com a qual você sonha: praias de mar claríssimo com grandes rochas graníticas encravadas na areia. 

Anse Source d’Argent é essa imagem do paraíso seychellois. Considerada uma das mais bonitas do mundo, tem mar tão claro que é possível observar peixes com snorkel bem perto da areia. As imensas rochas a tornam o cenário perfeito para fotos. 

Não é a única praia de sonhos que La Digue guarda em seus exíguos 12 quilômetros quadrados, onde vivem 2 mil pessoas e que a maioria dos visitantes explora de bicicleta em um dia. Há ponto de aluguel logo na chegada, junto ao centro de informações turísticas, por valores que começam em 8 euros por dia. 

Vai ser preciso vencer alguns morros para chegar pedalando a Grand Anse e Petit Anse, que também têm rochas graníticas na areia e mar com ondas mais fortes. O caminho é longo e as subidas podem cansar, por isso, vá no seu ritmo. Por outro lado, as estradas são asfaltadas e não faltam sombras de palmeiras. 

Como na pré-história. Encha-se de coragem para um pouco mais de esforço. O prêmio para quem pedala até Anse Gaulletes, no extremo norte de La Digue, é encontrar as famosas tartarugas gigantes de Seychelles caminhando livres e soltas na areia da praia. As criaturas fazem pensar na pré-história. Há tartarugas gigantes também na Reserva Veuve, perto de Source d’Argent e das famosas plantações de baunilhas de La Digue.

Por ali você encontra um cemitério do século 18 e uma igreja colonial. Para almoçar, escolha o restaurante da pousada Zerof, que serve peixe fresco assado e uma deliciosa salada de polvo. O bufê custa o equivalente a R$ 30 por pessoa.

Mais conteúdo sobre:
Seychelles Viagem Oceano Índico

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.