LADO B

Palavras e programas alternativos

O Estado de S.Paulo

08 Julho 2014 | 02h06

Correndo pelas beiradas

A estrutura da Flip ficou pequena para a quantidade de visitantes e a diversidade de temas: assim nasceu a Off Flip, evento paralelo que reúne cerca de 100 autores de várias regiões do País. "Chegam milhares de pessoas mas, nas tendas, cabem pouco mais de 2 mil. Essas atividades se complementam", diz o organizador Ovidio Poli Junior. De quebra, o Prêmio Off Flip reconhece autores iniciantes ou inéditos. Mais: selo-offflip.com.br.

Pequenos e médios

A Flipinha e a Flipzona têm programação infantojuvenil: encontros com ilustradores e autores como Ferréz, Eliane Brum e Antonio Prata. Visite os "pés de livros" em árvores da Praça da Matriz. Mais: flipinha.org.br e flipzona.wordpress.com.

Outros formatos

Aberta das 8 às 22 horas, a Casa da Cultura (Rua Dona Geralda, 177) abriga a Palavra Caiçara, exposição sobre literatura e cultura litorânea, e uma mostra sobre Millôr Fernandes. Há palestras e a FlipMais, com pré-estreias e exibições de filmes, leituras teatrais e debates.

Texto e foto

O desenhista Cássio Loredano e o jornalista Sérgio Augusto mergulharam na obra do autor homenageado da Flip e produziram o livro Millôr 100 + 100: Desenhos e Frases, a ser lançado no Instituto Moreira Salles (Rua do Comércio, 13), com exposição temática.

Haja fôlego

O Sesc Paraty (Rua Dona Geralda, 320) fará as maratonas da palavra - 12 horas ininterruptas de leitura de contos, poesias e histórias infantis com ganhadores do Prêmio Sesc de Literatura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.