Marcelo Auler/AE
Marcelo Auler/AE

Legado marajoara nas cerâmicas

Peças encontradas em escavações, hoje expostas em museus, servem de inspiração para artesãos

Marcelo Auler, O Estado de S.Paulo

23 Junho 2009 | 02h17

A cerâmica marajoara é mais que uma forma de artesanato: trata-se da herança dos índios que ali viveram. Em escavações pela ilha foram encontrados restos de peças, os mais antigos datados de 980 a.C. e os mais novos, do século 18.

A maior parte desse acervo está no Museu do Marajó, em Cachoeira do Ariri, a 70 quilômetros de Salvaterra. As peças originais são reproduzidas por artesãos como Carlos Amaral. Em seu ateliê, ele demonstra a arte que aprendeu com a avó. Há trabalhos de outros artesãos na Sociedade Marajoara das Artes.

Artigos em couro de búfalo também são parte da identidade da ilha. No Couro Curtume Marajó, é possível acompanhar algumas fases da produção do couro, que dura 30 dias.

 

linkMuseu do Marajó: Avenida do Museu, 1.983; tel. (0--91) 3758- 1102, Cachoeira do Ariri

linkAteliê Carlos Amaral: Travessa 20, Soure

linkSociedade Marajoara das Artes: 3.ª Rua, entre as travessas 18 e 19, Soure

linkCouro Curtume Marajó: 1.ª Rua, 450, Bairro Novo, Soure

 

Veja também:

linkBelezas entre o rio e o oceano

linkBúfalos para passear ou apenas tirar foto

COMO IR

linkBarcas da Banav (http://www.banav.com.br/) ligam os Portos de Belém e Camará (R$ 15). Ferry a partir de Icoaraci: R$ 60,10 por carro

ONDE FICAR

Soure

linkHotel Soure: a partir de R$ 50, com café. Tel.: (0--91) 3741-1202

linkFazenda Araruna: R$ 50, com café. Tel.: (0--91) 3741-1133

Salvaterra

linkPousada Ventania: R$ 55, com café. Tel.: (0--91) 3646 2067

linkPousada dos Guarás: R$ 255, café e passeios. (0--91) 4005-5656

linkPousada Boto: R$ 270, com café e passeios. Tel.: (0--91) 3765-1539

Mais conteúdo sobre:
Viagem Marajó

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.