J. Júnior
J. Júnior

Lençóis Maranhenses: boia-cross no Rio Formiga

Apenas relaxe e deixe a correnteza te levar

Bruna Toni, O Estado de S. Paulo

04 Abril 2017 | 04h30

Se no stand up paddle o negócio é ficar em pé e não se molhar, a proposta do boia-cross no Rio Formiga é justamente a contrária. Basta sentar na boia e se deixar levar pela correnteza – tome cuidado apenas com indesejadas colisões com arbustos. Vez ou outra, o sossego é quebrado pela necessidade de um esforço breve, uma remada com as mãos para seguir em frente. Mas os guias também dão uma forcinha quando necessário.

O passeio pelo Rio Formiga corta a comunidade de Cardosa, na cidade de Paulino Neves, vizinha a Barreirinhas, e dura uma hora. Os grupos partem do Restaurante Recanto da Paz, entre 9 e 14 horas. 

Vindo de Barreirinhas, leva-se 1h30 até o local pela Estrada Pissara, caminho de terra que exige um 4x4. Quem vai por conta paga R$ 5 a bóia de pneu, mais R$ 25 pelo serviço obrigatório de guia. Mas agências também vendem o tour, incluindo o transporte na jardineira, por, em média, R$ 80 por pessoa. Na chegada, não deixe de provar a tapioca de manteiga ou de coco com leite condensado, acompanhada de cafezinho (R$ 4).

Mais conteúdo sobre:
Maranhão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.