Leste europeu com Viena e Berlim: como organizar

Com o fim da Cortina de Ferro, vale mais a pena pensar na região como Europa central

Ricardo Freire, O Estado de S.Paulo

30 Abril 2013 | 02h09

Com o fim da Cortina de Ferro, vale mais a pena pensar na região como Europa central: assim, você evita cometer erros como ir de trem de Budapeste a Praga (ambas estão mais próximas de Viena). Se só tem 9 dias, deixe Berlim para uma próxima. Voe do Brasil a Budapeste (haverá uma conexão). Vá de trem a Viena (3 horas) e a Praga (4h50), voando de lá ao Brasil (haverá uma conexão). Dispondo de 15 dias, acrescente um dia em Viena para fazer um bate-volta de trem a Bratislava (1 hora). No trajeto entre Viena e Praga, pernoite em Cesky Krumlov (vá de trem a Graz, continue de van, prossiga a Praga de ônibus). Vá de Praga a Berlim de trem (4h50); se quiser, programe um pit stop em Dresden (2h45 de Praga, 2 horas de Berlim), deixando as malas no guarda-volumes da estação. Voe de volta desde Berlim (haverá uma conexão).

VIAJE NA PERGUNTA

Temos 7 dias para a Escócia, vindas de Londres (eu, minha mãe e duas filhas). Devo alugar um carro? (Pola, São Paulo)

Vá de trem a Edimburgo (4h20 de viagem), fique 2 dias e prossiga de trem a Inverness, nas Highlands (3h20). Com 4 dias na região, você pode alugar um carro e ir com calma na mão inglesa. Se não tiver coragem, haverá passeios de van e ônibus para todo canto. Voe a Londres (a easyJet opera na rota) na véspera de voltar, para evitar dores de cabeça na conexão.

Em outubro quero passar 3 dias em Roma e depois ir à Toscana de trem, visitando Florença, Lucca e Assis. Me ajuda? (Emil, São Paulo)

Se você não quer alugar carro na Toscana, Florença é a melhor base. Está a apenas 1h20 de trem de Roma. Você pode fazer bate-voltas de trem a Lucca (1h30), Pisa (1 hora), Arezzo (1 hora), Cortona (1h20) e Assis (2h30). Ou, de ônibus, a Siena (1 hora) e a San Gimignano (1h30). Querendo variar de base, Siena é a melhor pedida; de lá você pode ir a Pienza e Montalcino de ônibus.

* Acompanhe o caminho do colunista em viajenaviagem.com

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.