Andreas Brücker/Unsplash
Andreas Brücker/Unsplash

Lisboa dobra taxa de permanência turística

Uma das cidades mais procuradas por brasileiros nos últimos anos, capital portuguesa passou a cobrar 2 euros por noite de hospedagem de estrangeiros

Da redação, Estadão Conteúdo

07 Janeiro 2019 | 17h01

Uma das cidades mais cobiçadas por turistas brasileiros nos últimos anos, Lisboa dobrou a taxa cobrada por noite de permanência turística este ano. Desde 1º de janeiro, a capital portuguesa cobra de cada turista 2 euros por noite de hospedagem. Contudo, o máximo de noites cobradas continua sendo 7. Ou seja, se ficar mais do que sete noites, o visitante estará livre da taxa pelos dias excedentes.  

MAIS - Os 10 melhores destinos para visitar em 2019 segundo especialistas

MAIS - Dicas e roteiros em Portugal

O novo valor continua sendo cobrado pelos hotéis na hora do check-in ou check-out e pelos apartamentos alugados, incluindo aqueles que estão em plataformas como o Airbnb. Crianças de até 13 anos e pessoas que estejam na cidade para tratamento de saúde estão isentas do pagamento.

Comum em outras cidades da Europa, a taxa de permanência foi instituída em Lisboa em 2014 e, até o ano passado, era de 1 euro por pessoa/noite. Segundo a Câmara Municipal da cidade, o dinheiro será revertido para melhorias em sua infraestrutura "que produzam impacto direto ou indireto na promoção e qualidade do turismo na cidade de Lisboa numa perspectiva de crescimento sustentável e a prazo". 

Para mais informações clique aqui.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.