Maragogi e suas piscinas naturais

Azul cristalino, verde água... o litoral do Alagoas tem praias que são verdadeiros templos de tranquilidade

Jerusa Pereira, O Estado de S.Paulo

03 Novembro 2009 | 01h41

.

VISUAL - Águas claras e mornas nas galés: procure ir pela manhã

Colorido. Não é difícil se encantar por um lugar no qual o mar exibe tons que vão do azul cristalino ao verde água. Maragogi, no litoral norte de Alagoas, ainda agrega certa tranquilidade, belas praias e localização privilegiada, a 130 quilômetros tanto de Maceió quanto do Recife.

Galés. A grande atração turística é aproveitar o visual seguindo de barco até as famosa galés, piscinas naturais que se formam quando a maré está baixa. Fica a dica: prefira ir nas luas cheia e nova, quando a amplitude de maré é maior, e saia cedo. Barcos e catamarãs partem do centro de Maragogi, da cidade de Japaratinga (distante 10 quilômetros) ou do Resort Salinas (custa R$ 50 por pessoa), quase sempre a partir das 8 horas.

Novidade. Desde junho começaram os passeios pelas galés das Taocas (taoquinhas), piscinas ainda não tão exploradas. O tour custa cerca de R$ 40 e também sai do centro de Maragogi e de Japaratinga.

Por terra. Há muito o que ser visto também por terra. Vale alugar um bugue (custa cerca de R$ 160) e explorar as praias próximas. Comece pela São Bento, antiga vila de pescadores e famosa pelos sequilhos. A parada seguinte pode ser Barra Grande, ótima para quem busca sossego. Para terminar, a pedida é a Praia Barreira do Boqueirão, já em Japaratinga. É a mais deserta.

Comprinhas. Depois do merecido passeio pelas praias, que tal parar para algumas comprinhas? No centrinho de Maragogi, não faltam lojas de artesanato. O destaque fica para as peças feitas em fibras de palmeira (as bolsas são lindas).

Cardápio. Na hora da fome, sobram alternativas. Quer um lanche rápido? Vá de tapioca. As feitas pela cozinheira colombiana Martha Guardid são famosíssimas. As salgadas têm massa crocante e ótimos recheios. E as doces, como banana com queijo coalho e chocolate com coco, são simplesmente irresistíveis. Custam a partir de R$ 4.

Se quiser algo com mais sustância, fique com o polvo ao molho de coco do Restaurante Gaivotas. Custa R$ 42. Se preferir, o camarão ao creme de leite com arroz sai por R$ 54.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.