Lance Murphey/NYT
Lance Murphey/NYT

Memphis, muito além de Graceland

Midtown reserva um cenário jovem e alternativo na cidade de Elvis Presley

The New York Times

09 Fevereiro 2010 | 02h25

É difícil manter distância de Elvis em Memphis. A cada esquina você se depara com seu topete, seu rosto amigável ou sua música. Mas não se vê nem sinal do Rei na Electrocity, festa semi-underground que surgiu há pouco no efervescente cenário de Midtown.  

Um Mustang enferrujado e um par de motocicletas decoram um dos cantos. Luzes de Natal cruzam o teto e um grupo variadíssimo dança até pingar de suor. Nesse cenário, três DJs animam os notívagos fazendo remixes em seus laptops ou com os antigos bolachões sob a projeção de desenhos vintage. Bebida não é problema: mesmo com os barris de chope, você pode trazer a própria garrafa.  

Essa é a Memphis indie, universo distante do encontrado nas superturísticas Beale Street e Graceland. A poucos minutos do centro, Midtown se tornou o reduto mais descolado da cidade, lar de bares luxuosos e clubes de rock. 

Lugares como Minglewood Hall, sala de concertos para 1.500 pessoas, e Nocturnal, onde a Electrocity é realizada vez ou outra, vêm reforçando a aura cultural do bairro. Com energia suficiente, pode-se sentir tal vibração em um fim de semana.

Comece com um drinque no Cove, bar de coquetéis diferenciados como o Vampire, espécie de Bloody Mary com tequila, suco de tomate, pimenta e vinagre balsâmico.  

O Cove fica na parte oeste de Midtown, área dominada por artistas. Antigos galpões se transformaram em estúdios - entre eles, a Odessa Gallery, que exibe artes visuais, música e tecnologia. "Galerias comerciais costumam ser conservadoras e Memphis se sobressai pela quantidade de espaços alternativos", diz Dwayne Butcher, artista que vem documentando a comunidade há anos no blog www.artbutcher.blogspot.com.  

A arte tem seu lugar em Memphis, mas a música está por todos os lados. Boa parte dos bares oferece shows uma ou duas vezes por semana - os mais disputados ocorrem no Young Avenue Deli e no Hi-Tone Cafe, os âncoras da cena indie em Midtown. "A música local cresceu muito nos últimos três anos", conta Dan Garber, músico do Hi-Tone. Na casa, se apresentam de bandas moderninhas a representantes do death metal. Já o Young Avenue Deli tem um apelo de massa, refletido no ambiente com mesa de bilhar, menu variado e chope. 

Os músicos de Memphis recebem patrocínio não só de lojas de guitarra, mas de uma instituição que vem minguando no resto do mundo: as gravadoras. "Somos autênticos", diz o músico Archie Turner, enquanto guarda seu teclado, às 4 horas, no Wild Bill"s, bar rústico que se tornou um dos mais apreciados nas redondezas. Turner é enteado de Willie Mitchell, produtor da Al Green at Hi Records, cujo estúdio está pertinho da conhecida Stax. Nesse setor, siga as dicas dos atendentes de lojas de discos, tanto para descobrir as bandas do momento como para as boas opções de balada. "No Buccanner Bar você entra, diz que quer tocar e já faz seu show", diz Sam Burnett, atendente da Goner. 

A distância do circuito Elvis fez Midtown desenvolver ícones próprios, como Shirley Williams, que serve bebidas no Lamplighter há 40 anos. Aberto em 1932, é o bar mais antigo em operação na cidade e serviu de cenário para videoclipes de Cat Power.

Para quem procura jazz de qualidade, uma boa alternativa à Beale Street é o Mollie Fontaine, instalado em uma bela casa vitoriana. Entretanto, a cena turística da rua famosa do centro de Memphis não impede que se encontre lugares divertidos nas imediações. Entre eles, o Hollywood Disco faz a pista ferver ao som de Michael Jackson e Lady Gaga. Uma limusine leva e traz os frequentadores - e de graça. Outro ponto interessante é o Nate"s. Especialmente pelo bate-papo com o veterano barman Nathaniel Moore, no auge dos 66 anos.

PROGRAME-SE

PASSAGEM AÉREA

SP-Memphis-SP: R$ 1.933 na Continental (11-2122-7500); R$ 2.226,46 na United (11-3145- 4200); R$ 2.692,85 na American (11-4502-4000) e US$ 1.375 (R$ 2.572) na Delta (0800-881-2121)

ONDE IR

Wild Bill"s: 1.580 Vollintine Av.

Lamplighter: 1.702 Madison Av. Minglewood: 1.555 Madison Av. Nocturnal: 1.588 Madison Av.

The Cove: 2.559 Broad Av.

Odessa Gallery: 2.613 Broad Av. Young Avenue Deli: 2.119 Young Av.; youngavenuedeli.com

Hi-Tone Cafe: 1.913 Poplar Av.

Mollie Fontaine: 679 Adams Av. Hollywood Disco: 115 Vance Av.

Mais conteúdo sobre:
EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.