Miragens, não. São oásis de verdade

Povoados surgem onde brota água no Saara, mas o melhor momento do rali é o amanhecer multicolorido

Adriana Moreira, O Estado de S.Paulo

31 Março 2009 | 02h42

O 4X4 avança ligeiro em direção ao deserto e deixa Tozeur, o oásis da Tunísia, para trás. A areia predomina cada vez mais na paisagem, até que os olhos distingam somente céu e uma imensidão branca. E assim, sem mais nem menos, nem uma placa de boas-vindas, você se dá conta de que está no Saara.

Placas advertem: dromedários selvagens vivem livres na região e podem cruzar a estrada

Rodamos pouco mais de dez minutos até chegar à primeira parada: Oung Jemel, outra locação de George Lucas para os dois primeiros episódios de Star Wars. A cidade cenográfica permanece lá e leva os fãs da série ao delírio. Ao redor, comerciantes de todas as idades tentam vender colares e pedras conhecidas como rosas do deserto. Caso o visitante não queira comprar, eles pedem canetas ou doces de presente, itens que dificilmente são encontrados na região. Retratos de uma localidade pobre e com poucos recursos além do turismo.

 

Veja também:

linkEntre medinas, ruínas e o deserto, um cinema ao vivo

linkA grande potência do Mediterrâneo

linkCinco achados preciosos

linkNo caminho, traços da Antiguidade

linkUma casa troglodita, com certeza

A viagem continua pelo deserto, numa espécie de rali light, até chegar à estrada de asfalto. Placas avisam do risco de dromedários cruzarem a pista - e valem o clique. Especialmente se você se deparar com alguns exemplares, selvagens, se alimentando em arbustos.

À frente surge uma ilha verde em meio ao deserto. É Chebika, cidade construída ao redor de um oásis. Parece coisa de desenho animado. Como num passe de mágica, o cenário inóspito dá lugar a altas tamareiras. O povoado original foi destruído em 1969 por, acredite, uma grande enchente. As ruínas ainda estão lá, hoje rodeadas de lojinhas de souvenirs.

Depois de atravessar a área repleta de ímãs de geladeira, pashminas e lenços coloridos, uma trilha pelas pedras leva ao oásis propriamente dito: um lago de águas verdes cercado por palmeiras. No calor forte, meninos aproveitam para se esbaldar sob o olhar invejoso dos turistas que, em massa, invadem o paraíso.

A Cordilheira do Atlas, cadeia de montanhas que marca a fronteira com a Argélia, a oeste, começa a ficar cada vez mais próxima. A estrada torna-se íngreme - fique atento para potenciais mirantes. Do alto tem-se dimensão da pequenez de Chebika em relação à imensidão do Saara. Antes de continuar a viagem, faça uma breve parada em Tamezret para observar a cachoeira que brota em meio à aridez da paisagem.

LAGO SALGADO

Depois de deixar o 4X4, é hora de seguir para Douz, mas não antes de mais uma parada para fotos. Afinal, não há como atravessar o Chott El Jerid, maior lago salgado do país, sem se encantar com o cenário. Em alguns pontos, comerciantes exibem barcos e esculpem camelos em sal, para chamar a atenção de quem cruza a estrada.

 

Espetáculo: acorde cedo para ver, do alto da duna, o nascer do sol 

Do outro lado do lago, Douz conta com boa infraestrutura turística. Além dos estrangeiros, recebe muitos tunisianos para o Festival de Douz, que relembra tradições dos beduínos, os fundadores da cidade. A programação é repleta de eventos típicos, como corridas e exibições de dromedários.

Também em Douz você terá seu mico de turista básico, porém necessário: vestir uma roupa de beduíno e fazer o passeio de camelo, por 20 dinares (R$ 32). O trajeto é curto e pouco emocionante, mas vale pelo folclore e pelo incrível pôr do sol entre as dunas.

À noite, dispense o hotel e fique em um confortável acampamento no deserto: o Zaafran, por exemplo, tem tendas com antessala e pesados cobertores para suportar o frio intenso da madrugada. Ou chalés, protegidos das baixas temperaturas, mas sem o mesmo charme.

SHOW NATURAL

Depois do jantar, coloque cachecol, luvas, touca, um casaco bem quente e siga para a área natural do deserto. Sem as luzes da cidade é possível observar um céu tão estrelado quanto os vistos nos planetários - e se cansar de tanto contar estrelas cadentes. Mas não durma muito tarde. Afinal, você terá outro show bem cedo: o nascer do sol no Saara.

Assim que os primeiros raios aparecem é como se as areias começassem a ser tingidas de tonalidades que se transformam pouco a pouco. O céu ganha um colorido que mistura azul, laranja e tons rosados.

Conforme o sol fica mais alto surgem novas cores, nuances ainda mais intensas. Uma experiência simplesmente inesquecível.

COMO IR*  

linkUS$ 1.599: 7 noites entre Túnis, Sousse, Sfax, Monastir, Djerba, Gabes, Matmata, Douz, Tozeur, Sbeitla e Kairouan. Top Brasil (0--11-3926-8000)

linkUS$ 1.694: 7 noites entre Túnis, Sfax, Matmata, Tozeur, Kairouan, Djerba. Refeições. Connection Line (0--11-3385-6691) US$ 1.794: 7 noites. Túnis, Sousse, Monastir, El Jem, Sfax, Djerba, Gabes, Matmata, Kairouan,Douz, Tozeur, Nefta, Sbeitla. Refeições. Designer (0--11-2181-2900)

linkUS$ 1.849: 7 noites. Túnis, Sousse, Monastir, El Jem, Sfax, Djerba, Gabes, Matmata, Douz, Tozeur, Nefta, Sbeitla, Kairouan. Refeições. Riviera (0--11-5533-6889)

linkUS$ 1.861: 7 noites. Túnis, Sousse, Sfax, Djerba, Matmata, Douz, Tozeur, Nefta, Sbeitla e Kairouan. Café. Intravel (0--11-3206-9000)

linkUS$ 1.939: 7 noites entre Túnis, Sfax, Matmata e Tozeur. Com refeições. Beeline (0--11-3171-1544)

linkUS$ 1.944: 7 noites. Túnis, Sfax, Matmata e Tozeur. Refeições. Soft Travel (0--11-3017-9999)

linkUS$ 1.990: 7 noites. Túnis, Djerba, Douz, Kairouan, Nefta, Matmata, Sfax, Sousse, Tozeur. Refeições. New Age (0--11-3138-4888)

linkUS$ 1.990: 7 noites. Túnis, Sousse, Sfax, Djerba, Matmata, Nefta, Douz, Tozeur, Kairouan. Com refeições. Submarino (4003-9888)

linkUS$ 1.990: 9 noites. Kairouan, Túnis, Douz, Kebili, Tozeur. Refeições. Pisa (0--11-5052-4085)

linkUS$ 2.030: 7 noites. Túnis, Sousse, Sfax, Matmata, Tozeur, Douz, Sbeitla, Kairouan. Refeições. Natural Mar (0--11-3236-4949)

linkUS$ 2.047: 7 noites. Túnis, Sousse, Monastir, El Jem, Sfax, Djerba, Gabes, Matmata, Douz, Tozeur, Nefta, Sbeitla, Kairouan. Refeições. Inside (0--11-4508-8010)

linkUS$ 2.280: 7 noites. Túnis, Sfax, Matmata, Tozeur. Com refeições. Tereza Ferrari (0--11-3021-1699)

linkUS$ 2.575: 7 noites. Túnis, Kairouan, Sbeitla, Tozeur, Gafsa, Matmata, Djerba, Gabes, Monastir, Douz, Sfax, El Jem. Com pensão completa. CVC (0--11-2191-8911)

linkUS$ 2.764: 7 noites. Túnis, Sousse, Monastir, El Jem, Sfax, Djerba, Gabes, Matmata, Douz, Tozeur, Sbeitla, Kairouan. Com refeições. Taks Tour (0--11-2821-8800)

linkUS$ 2.790: 9 noites entre Túnis, Kairouan, Tozeur, Douz, Sfax. Com refeições. Sem Fronteiras (0--11-3853-4401)

linkUS$ 2.840: 9 noites.Túnis, Dougga, Sbeitla, Kairouan, Tozeur, Monastir, Douz, Sousse, com uma noite em camping no deserto. Pensão completa. HR Turismo (0--11- 3539-8140). Saída em 5 de junho.

*Mínimo por pessoa, com aéreo

Mais conteúdo sobre:
Viagem Tunísia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.