Moda 'vintage' ou reciclada, para consumir sem culpa

Não consigo pensar em padrinho mais descolado para um roteiro alternativo de compras, ainda por cima feito de bicicleta, que Jim Morrison. Por isso, soou completamente adequado começar o tour de brechós - compras vintage ou conscientes, dizem em Santa Monica - pelo mercado que ocupa, hoje, a garagem onde os Doors ensaiavam no passado.

SANTA MONICA, O Estado de S.Paulo

07 Agosto 2012 | 03h10

Vinte lojinhas de camisetas, vestidos e acessórios feitos à mão formam, no galpão de fachada amarela, o Ocean Park Merchants Mart (oceanparkmerchantsmart.com), na Main Street. O esquema é self-service: escolher, experimentar e entregar à atendente solitária, que tem o humor condizente com sua segunda função, a de guardar o que for devolvido (portanto, use com parcimônia). Vestidos, por até US$ 65, são o melhor achado.

Ali mesmo na Main Street há uma série de outros três brechós imperdíveis. No sensacional Buffalo Exchange (buffaloexchange.com), que tem lojas em 16 estados nos Estados Unidos e opções para homens e mulheres por, em média, US$ 15, é possível comprar, vender e trocar peças. Provadores espaçosos e espelhos gigantes convidam a garimpar, mesmo que você não seja muito fã deste tipo de loja, seja por preguiça ou tendência alérgica.

Roupas de grifes mais clássicas como Burberry, Channel e Marc Jacobs encontram novas donas no The Closet (theclosetsb.net), ótimo endereço para se atualizar sobre tendências: a vitrine indica as peças que a loja compra no momento, de jaquetas a modelos de óculos de sol. Já na St. Matthews Thrift Shop (stmatthewsthriftshop.com), mantida por voluntários, livros, peças de decoração e bijuterias são achados melhores que as roupas.

Pedalei em direção à 4th Street para as duas últimas paradas. A enorme Wasteland (shopwasteland.com) tem pegada jovem, roupas de balada e preços um pouco mais elevados que a média dos outros brechós. Nenhuma das lojas visitadas, no entanto, era tão organizada quanto a Crossroads (crossroadstrading.com), com mais de 15 unidades pelo país, que ganhou meu coração também pelo seu acervo de calças jeans. Como compra sobras de coleções de outras lojas, tem opções de numeração.

Do passeio, voltei ao hotel com uma jaqueta de couro, um vestido Banana Republic e a carteira meros U$ 42 mais vazia. Sem falar nas calorias a menos. / M.N.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.