Mônica Nóbrega/Estadão
Mônica Nóbrega/Estadão

Monstros, Darth Vader e fantasmas desafiam os corajosos

A promessa é de um verão monstruoso. O Hollywood Studios ganhou um palco onde Sulley e Mike Wazawsky, os astros de Universidade de Monstros, que estreou no Brasil no último fim de semana, cantam e dançam durante a estação mais quente do ano, a partir das 18 horas. Antes de trabalharem na Monstros S.A., a dupla estudou numa universidade monstruosa. E não eram nada amigos.

LAKE BUENA VISTA, O Estado de S.Paulo

25 Junho 2013 | 02h18

Jack Sparrow também tem seu espaço no parque, em uma espécie de cinema 3D. E já que estamos falando em sucessos do cinema, o que dizer de Star Tours, atração dedicada a Star Wars e renovada em 2010?

Os fãs da saga de George Lucas vão à loucura. São 50 possibilidades de roteiros a partir de uma mesma trama: o robô C-3PO tenta fugir com um espião (alguém da plateia, que terá a foto exibida em um telão, para risos de todos) e Darth Vader, logicamente, não quer deixar. Assim, começa a perseguição e a batalha, com direito a efeitos especiais.

Na falta de novidades grandiosas por ali, alguns clássicos agradam. A montanha-russa do Aerosmith, Rock'n' Rollercoaster, está entre as minhas atrações favoritas. A começar pela trilha sonora (Rock This Way) e a aparição da própria banda antes de o carrinho acelerar a 96 quilômetros por hora em apenas 2,8 segundos. A atração, indoor, tem emoção na medida.

Quem procura um pouco mais de adrenalina vai gostar da Torre do Terror, The Twilight Zone Tower of Terror. Nada mais é que a conhecida torre encontrada em milhares de parques pelo mundo que sobe bem alto para depois cair, mas com uma roupagem diferente. Estamos em um episódio da clássica série de terror Além da Imaginação, em um hotel abandonado.

Vamos sentados para explorar os corredores assombrados - fantasmas surgem aqui e ali. Até que uma janela se abre e se vê, num relance, todo o parque. Pode gritar: é nessa hora que você vai cair do 13º andar. /ADRIANA MOREIRA

 

Piratas a postos

Cambaleante como lhe é característico e com a indefectível garrafa de rum na mão, o capitão Jack Sparrow aparece no comando de seu Pérola Negra e, puxa, parece mesmo que Johnny Depp está ali em pessoa. A projeção holográfica é a parte mais impressionante e bacana de A Lenda do Capitão Jack Sparrow, novidade no parque Disney Hollywood Studios.

 

O brinquedo é uma mistura de cenário real com projeção no telão, mais as tais holografias. O público fica em pé, o que é a parte chata da coisa toda, porque cansa. Fora que os canhões do telão atingem o Pérola Negra, espalhando luzes e barulho, mas nem uma velazinha se mexe para reforçar a história.

 

Tudo bem: os piratas-esqueletos são muito bem representados, crianças grandes e pré-adolescentes vão gostar com certeza e a família pode ir toda junta: não há altura mínima exigida para entrar. / MÔNICA NÓBREGA

Mais conteúdo sobre:
Orlando Torre do Terror Hollywood Studios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.