Lucineia Nunes/Estadão
Lucineia Nunes/Estadão

Moorea, rústica e bucólica

Veja o pôr do sol, relaxe no spa, plante um coral

Lucineia Nunes, O Estado de S.Paulo

12 de março de 2019 | 04h00

Moorea se revela tranquila, com um conjunto de montanhas que parecem esculpidas e pintadas em diferentes tons de verde. Passado o centrinho comercial perto do aeroporto, o restante da ilha é rústico e bucólico. De um lado da estrada, casas com jardins de hibiscos têm as lindas lagoas como quintal. Do outro, prevalece a vegetação fechada. Há também plantações de abacaxi.

Passeios incluem safári de quadriciclo pelas montanhas, stand up paddle, jet ski, bote e lancha. Pode-se mergulhar com tubarões, baleias e tartarugas – o mergulho com cilindro exige certificado internacional e custa em média US$ 220.

Outra coisa bacana a se fazer na ilha é visitar a ONG Coral Gardeners. Para conscientizar sobre a importância dos corais para a vida marinha, um grupo de jovens toca o projeto, que consiste em conferências em escolas e ao público, e na restauração dos jardins de corais de Moorea, plantando fragmentos saudáveis nos recifes. Qualquer um pode ajudar. A ONG permite que você adote um coral e o plante no mar, com direito a batizá-lo e a ganhar um certificado, por 27 euros.

Plantei meu coral e a emoção foi a mesma de plantar uma árvore. O processo consiste em escolher o coral em uma bacia com água marinha. Colado a um pedacinho de bambu com cola quente, o fragmento é levado ao mar e colocado em um aramado onde passa 40 dias para se adaptar ao ambiente. Só então vai para o jardim. Já no mar, escolhi outro coral adaptado e fiz o plantio definitivo.

 

Se a ideia for relaxar ainda mais, que tal uma massagem ou ritual de beleza? O Hélène Spa Moorea, instalado no complexo do InterContinental Resort & Spa, sugere uma série de tratamentos abertos também a não hóspedes. Um deles começa com um banho frio na banheira de pedras para se refrescar e segue com uma massagem relaxante de 20 minutos (por 78 euros). Por fim, visite o bar da piscina para tomar um drinque ou suco geladinho.

Para quem quiser desfrutar de um jantar exclusivo com comida típica, a chef Laurence Anzai, do Lilikoi Garden Café, prepara e serve a refeição no local da hospedagem, se houver estrutura. Era o caso da minha pousada, com cozinha comunitária. Deu para acompanhar o trabalho da chef enquanto ela contava que já cozinhou para o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama e para o surfista brasileiro Gabriel Medina. O menu em três etapas custa por volta de US$ 60 – foi servido um saboroso camarão com molho curry, arroz, batata-doce roxa e banana-figo.

A pousada Moorea Beach Lodge fica de frente para a lagoa, rodeada pela floresta tropical. Tem uma casa central onde é servido o café da manhã e poucos chalés confortáveis, com ar-condicionado. Oferece caiaques e bicicletas aos hóspedes e tem vista encantadora para o pôr do sol.

-> Voamos a Moorea a partir de Bora Bora – a duração é de cerca de 45 minutos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.