Mosaico com muito de Barcelona e alguns toques de Vicky e Cristina

Mesmo quem não aprecia Woody Allen terá de admitir: seu novo filme dá vontade de voar para a capital catalã

Juliana Araújo, O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2008 | 16h33

Cristina quer dar um tempo na vida: acaba de romper com o namorado e de dirigir um curta em que tenta definir o amor. Prestes a se casar, Vicky imagina como será seu sonhado mestrado sobre a identidade catalã. Perdidas em seus pensamentos, as duas cometem o primeiro deslize turístico em Barcelona. E mal haviam saído do Aeroporto de El Prat.   Veja também: 'Uma cidade charmosa e autêntica' Mesa e noite típicas da Catalunha Boas atrações em câmera lenta Uma proposta irrecusável: Oviedo Em cena, um belo quebra-cabeça de lugares Inspiração francesa e medieval em Ávila As amigas não deram a devida atenção ao gigantesco painel de cerâmica idealizado por Miró, na fachada do Terminal B, que aparece logo no início do novo filme de Woody Allen. Mas em bem pouco tempo o colorido abstrato do artista começa a fazer sentido para essas duas americanas. Assim como os mosaicos e os devaneios arquitetônicos de Gaudí. Scarlett Johansson é a Cristina de Vicky Cristina Barcelona, lançado na sexta-feira no Brasil, deixando Rebecca Hall no outro papel. A cidade, por sua vez, ameaça roubar a cena, tão importante na trama quanto as curvas da loira e da morena. Allen conhece bem a cidade - esteve lá cinco vezes - e fez questão de mostrar seus principais pontos turísticos, mesmo que com rapidez caleidoscópica. As duas passam, por exemplo, pela Sagrada Família, catedral inacabada de Gaudí. Algo que, de forma nenhuma, você pode fazer, a despeito dos quilômetros de fila para entrar. Outra obra do arquiteto catalão surge em dose dupla. Embora bem menos disputada pelos viajantes que a colorida Casa Batló, a La Pedrera teve finalmente seus justos minutos (ou segundos?) de fama. Em um dia ensolarado, as beldades se divertem entre as chaminés cobertas de caquinhos brancos e demais estruturas delirantes. Ao fundo, a Sagrada Família. O roteiro cultural das americanas continua com uma vernissage na Fundação Antoni Tàpies, que guarda a maior parte das obras do pintor e escultor barcelonês. Desde as peças que flertam com o surrealismo e o dadaísmo aos quadros tardios, com arame, madeira e cordas. Proposta Ali elas conhecem Juan Antonio (Javier Bardem), artista e sedutor. Cenário só possível na ficção: a instituição está fechada para reforma, sem previsão de reabertura. Mesmo assim, é curioso passar pela Rua Aragó e observar o moderno edifício no número 255. Quem seguir a dica poderá ver, do outro lado da rua, ao menos uma obra de Tàpies, Nuvem e Cadeira (1990). Já o restaurante que elas vão depois da exposição, o 4 Gats, fica aberto para taças e tapas. Lá as amigas conversam com Juan Antonio pela primeira vez. Mesmo sentado em uma mesa afastada, ele nota as beldades e decide perguntar se gostariam de visitar com ele a capital das Astúrias, Oviedo. Dúvidas Vicky estranha, mas Cristina aceita a proposta. Pelas duas (talvez não tenha visto Bardem versão psicopata em Onde os Fracos Não Têm Vez). Os três superam em um jatinho os 900 quilômetros entre Barcelona e Oviedo, algo que os mortais fazem de ônibus, trem e avião. A viagem que se estende por Ávila - e Gozón, apesar de a cidade não ser citada pelo narrador - é mais que suficiente para eles se apaixonarem e voltarem a Barcelona repletos de dúvidas (Vicky esquece o noivo e passa uma noite com o artista) e vontades (Cristina não consegue concretizar sua paixão por Juan por causa de uma úlcera). Barcelona faz maravilhas pelo estômago de Cristina, que se recupera e resolve morar com o pintor. Anote e inclua no seu roteiro: a casa fica no fancy Pedralbes, espécie de Vila Nova Conceição. A partir daí, você decide quem tira melhor proveito da cidade. Vicky faz aulas de espanhol no Hospital Sant Pau, complexo de prédios que ocupa nove quarteirões do bairro de Eixample. Quer uma dica? A Universidade Autônoma de Barcelona tem um câmpus lá. Enquanto isso, Cristina continua o roteiro turístico pela cidade, agora na companhia de Maria Elena (Penélope Cruz), ex-mulher de Juan Antonio. Juntas elas fazem um ensaio fotográfico na Fonte do Montjuic, na frente da Plaza de Espanya. Siga o exemplo e garanta bons cliques. Siga também o restante de nosso roteiro por Barcelona, Oviedo, Ávila e Gozón. Sagrada Família: www.sagradafamilia.cat Casa Batló: www.casabatllo.es La Pedrera: www.lapedreraeducacio.org Fundação Antoni Tàpies: www.fundaciotapies.org  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.