Na chegada, a recepção no exclusivo Pera Palace

No hotel, Agatha Christie escreveu as primeiras linhas do seu romance

Natália Zonta, O Estado de S.Paulo

11 Novembro 2008 | 03h38

Muitos dos recém-chegados a Istambul no Expresso do Oriente aproveitavam as suítes do Pera Palace para se recuperar da longa viagem e buscar fôlego para desbravar a então desconhecida Ásia. Agatha Christie preferiu escrever algumas linhas e dar início ao romance Assassinato no Expresso do Oriente (1934). O suntuoso hotel escolhido pela autora foi feito para entrar na história. Inaugurado em 1891, tinha declarada intenção de receber os passageiros mais ilustres do luxuoso trem. Agradar aos endinheirados nunca foi um problema no Pera Palace. Na época, não havia recém-chegado da Europa que não quisesse se hospedar em um dos 145 quartos do local - o 411, aliás, ficou marcado por ter recebido a rainha do crime. O estilo arquitetônico impressionava. O blend de traços orientais com o neoclássico e o art déco podia ser notado no hall de entrada e nos detalhes da fachada do palacete. Uma mistura improvável e fascinante para aquela época. O boca-a-boca fez a fama do hotel e logo muitas celebridades o elegeram como o melhor de Istambul. Mustafa Kemal Atatürk (1881-1938), pai da República da Turquia, sempre escolhia a suíte 101. Alfred Hitchcock (1899-1980), Ernest Hemingway (1899-1961), Greta Garbo (1905-1990) e Jacqueline Onassis (1929-1994) foram outras estrelas-hóspedes. O hotel fez parte também da história da própria Turquia. Resistiu à queda do Império Otomano e, durante a 2ª Guerra Mundial, foi praticamente invadido por espiões. Dizem, inclusive, que agentes britânicos conseguiram frustrar uma tentativa de assassinato bem ali, no luxuoso hall do hotel. Atualmente, o Pera Palace está fechado para restauração e deve ser reaberto no início do ano que vem. As intervenções vão modernizar as redes elétrica e hidráulica, que passaram por mudanças improvisadas nos últimos anos. Mesmo assim, o prédio continua nos principais guias turísticos de Istambul por ser um marco da cidade. A empresa responsável pelas obras garante que todas as características arquitetônicas do palacete serão mantidas, assim como o estilo da decoração no hall, no restaurante e no café. As suítes devem sofrer mudanças para ficar mais modernas e confortáveis. Os turcos acompanham com atenção a reforma, já que o prédio é tombado pelo patrimônio histórico local. Pera Palace: perapalas.com

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.