Mônica Nóbrega/AE - 31/10/2007
Mônica Nóbrega/AE - 31/10/2007

Nancy, colorida pela primavera

A três horas de Paris, a suavidade e elegância de uma cidade projetada para ser a sede da burocracia

Mônica Nóbrega, O Estado de S.Paulo

05 Maio 2009 | 02h27

Multicor. A primavera no Hemisfério Norte enche de cores a Praça Stanislas, coração de Nancy, cidade do leste da França a três horas de trem de Paris. Flores brotam nos canteiros milimetricamente recortados e nos cachepôs montados sobre pedestais giratórios.

Logo ao lado está o Parque Pépinière, ampla área verde que tem até jardim zoológico.

Dourada. Nessa época do ano, tantas cores quase ofuscam a profusão de ornamentos dourados da praça. Os reluzentes detalhes dos portais, fontes, guarda-corpos de varandas e postes de iluminação são folheados a ouro puro. E tudo está novo, depois de passar por uma restauração para comemorar os 250 anos da praça, em 2005.

O lugar foi construído por Stanislas Lésczynski, sogro do rei francês Luís 15, que, na época, governava a Lorraine, então um Estado independente.

Monocromática. Ao redor, o arquiteto Emmanuel Héré projetou prédios de arquitetura clássica francesa para instalar a burocracia governamental. Todos feitos em limestone, pedra natural da região, que deixa a cidade toda com o mesmo tom bege.

Hoje, os edifícios mudaram de função. O centro arrecadador de impostos deu lugar à Ópera Nacional (www.opera-national-lorraine.fr). Outro prédio abriga o Museu de Belas Artes (www.nancy.fr), em cujo subsolo foram achadas, em 1991, ruínas de um forte do século 12. Em uma esquina fica o competente Centro de Informações Turísticas (www.ot-nancy.fr).

Em tons pastel. A oeste e a sul da praça, a Cidade Nova desfila arquitetura art nouveau. Formas da natureza pintadas em tons pastel como rosa e azul esmaecidos decoram as fachadas. Suavidade que contrasta com os sabores encorpados dos pratos servidos na tradicionalíssima Brasserie Excelsior (www.brasserie-excelsior.com), especializada em frutos do mar.

Mais conteúdo sobre:
ViagemNancyFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.