Nas vinícolas, degustação com bom bate-papo

O vinho exerce cada vez mais protagonismo no turismo uruguaio, tanto para iniciados quanto para novatos no assunto. As visitas a bodegas são um passeio agradável: muitas delas são administradas pela própria família fundadora, em geral amante de um bom papo.

O Estado de S.Paulo

10 Janeiro 2012 | 03h07

A Associação de Turismo Enológico do Uruguai, sob o nome de Los Caminos Del Vino (welcomeuruguay.com/vinos/caminos-del-vino.html), conta com 13 bodegas abertas à visitação em Montevidéu (45 em todo o país), em passeios que incluem visita guiada, degustação e, a combinar, almoço. Vale a pena, até para conhecer belas paisagens que fogem ao óbvio.

É bom ficar atento à programação anual das vinícolas e agendar a visita durante uma das datas especiais do calendário vinífero. Em certas épocas, dá até para participar da colheita das uvas.

Outra opção é contratar um passeio ou alugar um carro e ir até Santiago Vázquez, a cerca de meia hora da capital. Ali, onde o Rio Santa Lucía desemboca no Rio da Prata, há prática de esportes e belos parques naturais. / G.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.