No trajeto para o Big Sur, a simpática Monterey

Balneário ganhou fama com livro de Steinbeck

Nívea Terumi, O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2009 | 01h24

Com a responsabilidade de recepcionar os viajantes que seguem em direção ao Big Sur, Monterey não decepciona. Afinal, quem mais pode se gabar de ter uma de suas ruas descrita e evocada por John Steinbeck, de As Vinhas da Ira?

 

 

A Cannery Row é, de fato, motivo de orgulho para os 35 mil moradores da cidade. As seis quadras de frente para o porto que fazem sua fama concentraram muitas fábricas de sardinha enlatada (canneries) no início do século passado. Com o sumiço do peixe, alguns galpões foram desativados e outros deram lugar a hotéis e lojas.

 

Veja também:

mais imagens Uma semana de muita estrada na Califórnia

mais imagens Napa Valley, sim, mas com moderação

mais imagens Aperte o freio em São Francisco

mais imagens Los Angeles com todos os clichês

mais imagens San Diego em dose única

Tenha a melhor vista da Baía de Monterey a partir do Fisherman"s Wharf , primeiro porto da cidade, construído no fim do século 19. Assim como seu congênere de São Francisco, ele concentrava a atividade pesqueira da região.

Hoje o Fisherman"s Wharf de Monterey abriga em seu deque restaurantes de frutos do mar e lojas de suvenires. Ao redor, muitos artistas de rua. Almoce em um dos restaurantes com vista para a baía e se divirta com os leões-marinhos, que dividem espaço com os barcos atracados em busca de sol.

BELEZA PAGA

Para conhecer um dos trechos mais bonitos da costa do Pacífico antes de voltar à CA-1, é preciso pôr a mão no bolso. O 17-Mile Drive, em Pebble Beach, na saída de Monterey, é uma estrada particular e pedagiada.

Construído há quase 130 anos, o caminho dava acesso a um hotel. Agora, ali estão resorts que, além de oferecerem estadia inspiradora, promovem campeonatos de golfe com vista exclusiva para o Pacífico. São 30 quilômetros com curvas sinuosas, pontuados por mansões e campos. Uma das principais atrações, no entanto, é a Lone Cypress, árvore típica da região. Há mais de 250 anos ela domina uma rocha de frente para o mar.

Na Bird Rock é possível observar uma infinidade de pássaros e leões-marinhos. Caso não tenha um binóculo, providencie algumas moedas de US$ 0,25 (os famosos quarters) e use um dos que estão à disposição do público.

linkFisherman's Wharf: www.montereywharf.com

link17-Mile Drive: www.pebblebeach.com

COMO IR

PASSAGEM AÉREA

O trecho SP-São Francisco- SP custa a partir de R$ 1.875 na American Airlines (0--11- 4502-4000; www.aa.com.br), R$ 1.880 na Continental (0--11-2122-7500; www.continental.com), R$ 2.003 na Delta (4003-2121; www.delta.com) e R$ 2.139 na United (0--11- 3145-4200; www.united.com.br). Voos com conexão

ALUGUEL DE CARRO

A tarifa de uma semana de aluguel de carro em São Francisco custa a partir de US$ 157 na Hertz (0--11-2246-4300; www.hertz.com), US$ 212 na Mobility (0--11-5091-7771; www.mobility.com.br), US$ 217 na Avis (0--11-2155-2847; www.avis.com.br) e US$ 254 na Unidas (0800-771-5158; www.unidas.com.br)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.