Vitor Marques/Estadão
Vitor Marques/Estadão

No vale do motor

Lugares para saber mais sobre carros e para fazer bate-voltas

Vitor Marques, O Estado de S. Paulo

20 Fevereiro 2018 | 04h30

Coleção Umberto Panini 

A família Panini é apaixonada por automobilismo. Umberto foi um dos fundadores da editora Panini, famosa pelos álbuns de figurinhas. Este é um museu privado que reúne uma das maiores coleções de Maseratis do mundo. Há modelos desde os anos 30 até os anos 70. É preciso solicitar a visita por e-mail west@hombre.it; aberto apenas de março a outubro. Site: paninimotormuseum.it

Museu Lamborghini

Fica em Sant’Agata Bolognese, a 20 km de Módena, e está conectado à fábrica da marca. É um passeio sobre a história da marca que renovou o design dos carros esportivos ao lançar o Miura, em 1966. Este é o carro que abre a exposição. Com agendamento no site, é possível visitar a fábrica. Custa 15 euros, apenas o museu, ou 75 euros, com a área de produção. Site: lamborghini.com/it-en/experience/museo.

Autódromo de Módena

Quer fazer um test drive em uma Ferrari de competição numa pista de verdade? O autódromo de Módena é uma opção para aqueles que sonham acelerar o esportivo. Antes, é preciso fazer uma aula básica com um instrutor. Custa 130 euros (duas voltas no circuito como acompanhante) e 950 euros (cinco voltas, quatro delas dirigindo, com uma Ferrari 458 Italia Challenge). É preciso fazer reserva pelo site: autodromodimodena.it

BATE-VOLTAS

Parma

A cidade conhecida pelo seu presunto cru e pelo queijo parmigiano reggiano reserva construções preciosas para serem admiradas em uma visita de um dia. A principal é o Palazzo della Pilotta, que reúne edifícios que começaram a ser construídos no século 16. Hoje, o lugar abriga a Galeria Nacional de Arte, o Museu Arqueológico, a Biblioteca Palatina e o Teatro Farnese – uma preciosidade de estilo barroco que foi quase todo destruído durante a 2ª Guerra Mundial, posteriormente reconstruído e reaberto em 1962. Parma está a 100 km de Bolonha; são 55 minutos de trem (7,50 euros por trecho). 

Ferrara

A 53 km de Bolonha, meia hora de trem (5 euros o trecho), a cidade preserva muito de sua arquitetura medieval. O Castelo dos Este, patrimônio da Unesco desde 1995, é o principal monumento, com sua planta quadrada, suas quatro torres de vigilância e cercado por um fosso. Visite ainda a Catedral de São Jorge, cuja história remonta ao século 12. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.