Nos museus

Casa Guignard

O Estado de S.Paulo

15 Novembro 2011 | 03h08

O casarão histórico da Rua Direita reúne obras e desenhos fantásticos de Alberto da Veiga Guignard, pintor do século 20 que foi apaixonado por Ouro Preto. Logo na entrada, o violão exposto lembra que, para o artista, tudo era suporte para pintura

Da Inconfidência

Ocupa a antiga Casa de Câmara e Cadeia, edifício representativo da arquitetura mineira do século 18. Destinado a quem quer se aprofundar na história colonial, guarda restos mortais dos inconfidentes e obras de Aleijadinho e mestre Ataíde

Do Oratório

Com 162 peças dos mais variados estilos. Há oratório para quarto de donzela, salas íntimas, feitos com conchas, coloridos, artísticos, pequeninos... Além de uma enorme arca-oratório de viagem, também do século 18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.