Adriana Moreira/Estadão
Adriana Moreira/Estadão

Nos restaurantes étnicos, o melhor custo-benefício

Os cinco dias que passei em Byron Bay foram suficientes para que eu elegesse meus restaurantes favoritos. Caminhando pela rua principal, a Middleton St., uma viela a uma quadra da praia, a Bay Lane, guarda o melhor custo-benefício da cidade. Enfileirados, um restaurante natureba (Orgasmic), um asiático (Asia's Joe) e outro que se intitula "fish&chips gourmet" (Mongers) fizeram minha alegria gastronômica. E ali ainda havia um japonês e outro indiano, os quais não tive tempo de provar.

O Estado de S.Paulo

26 Fevereiro 2013 | 02h10

Em comum, clima descontraído e cozinha inventiva, com pratos individuais cujo preço gira em torno de AUD 15 (R$ 30). Visitei um por dia. Pedi o sanduíche de falafel do Orgasmic, peixe grelhado com salada no Mongers e ainda repeti o Asia's Joe - eu precisava comer o frango crocante com arroz de coco em um dia e o pad thai (refogado com macarrão de arroz, vegetais e carnes) com molho de tamarindo em outro. Para acompanhar, cerveja de gengibre.

Acredite: qualquer um desses restaurantes é muito mais interessante do que as opções rápidas da cidade. Só para se ter uma ideia, um kebab e um refrigerante me custaram AUD 15 (R$ 30) - nos restaurantes da Bay Lane, meu gasto médio, com bebida, ficou em torno dos AUD 20 (R$ 40) . Um ótimo negócio.

Outra boa escolha fica perto da praça central, onde chegam vans e ônibus turísticos. O O-Sushi segue uma fórmula bastante comum no país: a esteira de sushi, no qual os preços variam de acordo com a cor do prato escolhido. Os sushimen preparam tudo na hora, na frente do cliente - sinta-se à vontade para pedir alguma criação personalizada. Fui ali na hora do almoço. No jantar, o Street Sushi, na Middleton St., é outra boa opção no mesmo estilo. A casa tem clima jovem e vibrante e está sempre lotada.

Se tem uma coisa que faz falta por lá, no entanto, são as comidinhas de praia. O Beach Cafe, próximo à Massinger St., ajuda a amenizar esse sentimento com seus sanduíches naturais e smoothies de fruta (aliás, todos os restaurantes têm ótimas opções para veganos). Pode pedir para viagem e comer lá mesmo, mas um aviso: dentro, o clima é mais arrumadinho. /A.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.