Gard
Gard

Novidades quentinhas para degustar

Comer e beber é programa perfeito para o frio - e há novas opções para provar os sabores típicos da Mantiqueira

Marina Azaredo, Especial para o Estado

02 de julho de 2019 | 03h00

Comer e beber é programa perfeito para o frio. E não faltam boas opções em Campos do Jordão – o fondue é um clássico do inverno, e há muitas casas especializadas na receita. Mas a região começa a ganhar endereços que valorizam também os ingredientes e as tradições da Serra da Mantiqueira. 

Moringa Mantiqueira

Aberto em junho no Capivari, o Moringa Mantiqueira apresenta um cardápio que privilegia ingredientes artesanais de produtores da região. O jarret de leitão com angu de fubá de milho crioulo, banana grelhada e couve refogada (R$ 48) é um dos pratos criados pelo chef Vitor Rabelo. O ceviche de truta (R$ 34) leva, além do peixe, pipoca de canjiquinha, azedinha fresca e batata-doce assada. De sobremesa, o doce de pão da vovó servido com creme inglês e cacau (R$ 24) é inspirado em uma receita de mais de 70 anos da avó do chef. 

A carta de vinhos, desenvolvida pelo sommelier Francisco Lima, é composta exclusivamente por rótulos brasileiros, com destaque para os vinhos da Mantiqueira, como os da vinícola Guaspari, de Espírito Santo do Pinhal. A casa é resultado de uma parceria dos chefs Vitor Rabelo e Vitor Pompeu com Anderson Oliveira. Este último também comanda o Dona Chica. A partir de agosto, o Moringa Mantiqueira terá também expedições gastronômicas. Em visitas a propriedades da região, será possível acompanhar a produção dos ingredientes e participar de degustações.

Casa Petrópolis

Com ares mais badalados, a Casa Petrópolis acaba de abrir as portas no Capivari. O espaço foi dividido em dois ambientes: um dedicado à gastronomia de Mario Portella e Rafa Bocaina. Outro, à coquetelaria de Jean Ponce (do Guarita Bar, em São Paulo) e à harmonização de cervejas de Carolina Oda, que tem passagens pelos restaurantes Jun Sakamoto e D.O.M. Da cozinha saem cortes nobres de carnes e acompanhamentos feitos na brasa, privilegiando produtores locais. 

Cervejarias artesanais

A onda das cervejarias artesanais (que está mais para tsunami) também chegou a Campos. A Cerveja Campos do Jordão inaugura até o fim do inverno um parque cervejeiro com múltiplas experiências relacionadas à bebida na região do Gavião Gonzaga. 

Entre as novatas, a nanocervejaria Gård entra em seu segundo ano. Seu espaço diminuto é parada indispensável no Horto Florestal para degustar rótulos especiais em meio à natureza.

Hospedagem

A Pousada Dreams abre as portas em uma antiga casa familiar construída em um bosque nativo com árvores centenárias como pinhos-bravo, jacarandás e castanheiras. São cinco suítes de luxo com vista para a Serra da Mantiqueira; diárias de R$ 820 a R$ 920, para julho. 

Já a rede Sabor Chocolate, tradicional loja de chocolates da região, inaugura no dia 12 uma pousada com oito quartos: Chocolate ao Leite, Chocolate Branco e Chocolate Amargo são os nomes de algumas suítes. Pacotes de duas diárias desde R$ 1.000; (12-99176-5969).

Tudo o que sabemos sobre:
Campos do Jordão [SP]barrestaurante

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.