Novo formulário de visto americano deve afetar 1%

Questionário exige informações de redes sociais, histórico de trabalho nos últimos 15 anos e nomes completos de familiares e cônjuges ou ex-cônjuges

O Estado de S.Paulo

02 Junho 2017 | 18h17

O governo dos Estados Unidos estima que apenas 1% dos 13 milhões de solicitantes de visto de entrada no país a cada ano deve ser chamado a apresentar informações adicionais, segundo nota divulgada na sexta-feira, 2 de junho, pela assessoria de imprensa da Embaixada do país. 

Na semana passada, o governo do presidente Donald Trump divulgou um formulário adicional para o processo de solicitação de visto de entrada, o DS-5535. O formulário exige informações como o nome de usuário em redes sociais e sites da internet nos quais o candidato a visto tenha criado posts públicos, o histórico de trabalho nos últimos 15 anos e nomes completos de familiares e cônjuges ou ex-cônjuges.

A medida é aplicável a cidadãos do mundo todo e será aplicada pelos cônsules dos Estados Unidos em cada localidade, que serão responsáveis por avaliar a necessidade de uma checagem mais rigorosa da identidade do candidato ao visto.

De acordo com a assessoria de imprensa da Embaixada, a alteração do processo tem como objetivo facilitar viagens legítimas aos Estados Unidos para fins diversos, como comércio, turismo, intercâmbio educacional e imigração, ao mesmo tempo em que se visa a segurança das fronteiras do país. O questionário está disponível em bit.ly/USAform. Para dar início ao processo de pedido de visto, acesse bit.ly/vistoUSA.

Leia mais: Todas as dicas do Viagem para os Estados Unidos

Mais conteúdo sobre:
Américas Viagem Passaporte Estados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.