Gene Blevins/Reuters
Gene Blevins/Reuters

O barato (e o caro) de Las Vegas

Sempre cobiçada e cheia de novidades, a cidade dos cassinos e das luzes néon pode ser básica ou luxuosa, acessível ou esbanjadora. Indicamos o melhor dos dois extremos

Mônica Nobrega, O Estado de S.Paulo

06 Setembro 2016 | 00h10

Na terceira vez em que passa diante da esfinge egípcia na fachada do hotel Luxor e se pega pensando que talvez aquilo não seja assim tão estranho, você percebe que entrou no clima de Las Vegas. É como se diz: se está no inferno, melhor abraçar o capeta.

O inferno, no caso, era bem real. Na primeira semana de agosto, alto verão, a temperatura passou dos 40 graus todos os dias. Mas é justamente por causa do calorão que pode valer a pena escolher essa época para ir a Vegas, caso o objetivo seja economizar. As diárias dos hotéis ficam mais em conta para atrair visitantes ao clima inóspito do deserto. Vários, inclusive, estavam com lotação máxima. Se for o estilo, é possível ficar em um hotel de luxo pagando preço de quatro-estrelas.

Pela variedade de opções, incluídos aí restaurantes, shows noturnos e passeios durante o dia, Las Vegas é um destino bastante adequado para viagens em que é preciso equilibrar o orçamento. Dá para fazer tudo do jeito mais barato possível, ficando em hotéis ultrabásicos em plena avenida principal, a Las Vegas Boulevard, rebatizada de Strip em seus 8 quilômetros mais turísticos, e comendo em bufês de preço fixo – todos os maiores hotéis têm um, com valores entre US$ 29,90 e US$ 39,90 por pessoa para se servir à vontade. 

Por outro lado, são amplas as opções de luxo, da gastronomia mais estrelada e lojas de grife às noitadas mais nababescas. Assim, Vegas permite um tipo de viagem em que é possível combinar ostentação e economia. Ou, se preferir, céu e inferno. Na galeria de fotos a seguir, indicamos o melhor dos dois extremos.

 

Como ir a Las Vegas

Aéreo: São Paulo–Las Vegas–São Paulo desde R$ 2.080 na Copa (copaair.com); R$ 2.319 na Avianca (avianca.com.br)

R$ 2.378 na United (united.com) e R$ 2.378 na American (aa.com). Valores entre setembro e novembro. Voos com conexão 

 

Visto: é necessário para brasileiros. Veja detalhes em bit.ly/viavisto

 

Leia mais: Testamos os quiosques de imigração expressa nos Estados Unidos

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.