Hervé Fabre
Hervé Fabre

O enredo cativo das Ilhas Lerins, em Cannes

Na semana do famoso festival de cinema, descubra a história real do Homem da Máscara de Ferro em um bate-volta para as ilhas próximas

Larissa Godoy, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

16 Maio 2017 | 19h27

O Festival de Cinema de Cannes completa 70 anos e sua próxima edição, que começa amanhã (17) e termina dia 29 de maio, promete dedicar grande parte do programa para relembrar e celebrar os principais acontecimentos de suas sete décadas. Existe, porém, o enredo de uma história que tem cadeira cativa na cidade à beira-mar da Riviera Francesa.

É sobre as águas do Mediterrâneo, do outro lado da baía, que ficam as Ilhas Lérins, um arquipélago que compreende a Ilha Saint-Honorat, que ainda hoje é morada dos monges Lérins, e da Ilha Sainte Marguerite, onde, por 11 anos, aprisionou o Homem da Máscara de Ferro (se quiser saber apenas a identidade dele, vá direto para o fim deste post. Mas se quiser história, pegue uma pipoca, acomode-se no sofá e deixe a surpresa pro final). 

Mas, se você é mais dos esportes do que do cinema, outros dois grandes eventos ocorrem na região nos próximos dias e também permitem um bom bate-volta: o GP de Mônaco, dia 28, e o ATP de tênis de Nice, entre os dias 21 e 28.

 

 

Mais conteúdo sobre:
EuropaFrançaCannes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.