O Jubileu de Diamante

"Very happy, mas com uma ressaca forte." Foi assim que o nosso infatigável viajante descreveu seu estado de espírito após o longo retorno de Pequim e as calorosas festividades relativas ao Jubileu de Diamante da rainha Elizabeth II - que, como todos sabem, é ótima amiga de mr. Miles desde os tempos em que a soberana ainda era uma princesa.

O Estado de S.Paulo

12 Junho 2012 | 03h08

"Well, my friends, foi por muito tempo um grande segredo, mas hoje posso informar, com orgulho, que fui eu quem sugeri à Elizabeth e Philip que passassem a lua de mel no Treetops Hotel, em Niery, no Quênia. Trata-se, até hoje, de uma ótima experiência de avistamento de animais a partir de uma construção de madeira, erguida na altura da copa de árvores.

Ainda nestes dias de festa, nossa digníssima soberana comentou que se lembra com carinho da viagem, embora ela tenha terminado abruptamente com o anúncio da morte do rei George VI, seu pai. Para a história ficou o fato incontestável de que Elizabeth subiu para o hotel como princesa e dele desceu como rainha.

Well, muitos leitores afirmam ter me visto pela televisão durante a maratona de comemorações do Diamond Jubillee. Não posso desmenti-los porque, indeed, participei ativamente dos festejos.

O leitor João Lincoln Reis Veiga, porém, está equivocado: eu não estava no barco real durante a procissão pelo Rio Tâmisa. Na verdade, eu a acompanhei remando meu próprio caiaque sandolin, na companhia de Trashie, muito altiva e compenetrada pela importância da ocasião. Choveu, as always, mas felizmente eu tinha um guarda-chuva para nos proteger.

Todo o evento foi emocionante e nossa rainha estava ravishing. Declinei, por estar ligeiramente rouco, do amável convite que Paul (N.da R.: Paul McCartney, antigo Beatle) fez para que eu dividisse com ele o palco de Buckingham na hora de cantar Hey Jude.

Compareci, of course, à homilia em homenagem à monarca na Catedral de St. Paul e, por último, estive, humildemente honrado, no banquete para 700 pessoas que encerrou os festejos.

O príncipe Philip, as you know, estava hospitalizado com problemas urinários, o que é quite understandable para um homem em sua provecta idade (91 anos tem o consorte). A rainha, however, mostrou sua elegância de sempre e continua esbanjando saúde.

No momento em que escrevo-lhes este relato, é imperioso relatar que minha caprichosa raposa das estepes siberianas está muito ofendida comigo porque não deixei que me acompanhasse no banquete de encerramento. Já disse a ela que, unfortunately, a presença de cães estava proibida no evento, mas sinto que ela acredita que, se fosse uma welsh corgi, a raça preferida por Sua Majestade, ela teria entrado com tranquilidade. Não posso desmenti-la, mas posso tentar arrefecer a sua baixa estima com doses generosas de single malt.

A bebida, by the way, vem rolando solta por toda a Grã-Bretanha em função da primeira grande festividade do ano. Londres vive momentos de glória em 2012 e quer estender o mesmo clima para os Jogos Olímpicos que aqui se iniciam no fim de julho.

Trata-se, I must say, de um ano especial para conhecer ou revisitar a capital de nosso grande reino. Como, I hope, 2014 será para vosso país com a realização da Copa do Mundo. Só lamento que vocês não tenham uma rainha de conto de fadas como a nossa para apreciar. Sem ofensa, acho que Dilma Rousseff não combina com um cetro e uma coroa. Am I right?"

É O HOMEM MAIS VIAJADO DO MUNDO.

ESTEVE EM 132 PAÍSES E 7

TERRITÓRIOS ULTRAMARINOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.