Observar o céu noturno

Telescópio e cinema 180 graus no planetário da Fundação CEU

O Estado de S.Paulo

04 Julho 2017 | 04h16

Com criança, a logística fica um pouco complicada, mas vale a pena pelo nível de encantamento que o programa garante. Observar o céu noturno no planetário da Fundação Centro de Estudos do Universo, o CEU, é uma atividade capaz de fazer criança sonhar com um futuro como cientista. Desvantagem, só uma, o horário. As sessões começam às 21 horas, e terminam às 23h15.

Sugestão: escolham um dia de programação leve e no qual todos possam pular da cama um pouco mais tarde. Planejem-se para jantar antes. E façam reserva antecipada – o passeio é concorrido durante as férias. 

O inverno é época de céu limpo, perfeito para o roteiro de visitação mais bacana do planetário, o que inclui a observação do céu em telescópios, seguida de sessão de cinema em uma sala com telão no domo em 180 graus. O filme mostra constelações, fenômenos naturais como a aurora boreal, viagens a planetas do Sistema Solar. Em dias nublados e de chuva, a sessão de cinema continua lá, mas não há a observação no telescópio. De uma forma ou de outra, é provável que, de volta à pousada, você tenha de carregar a criança direto para a cama. 

A Fundação CEU faz parte do mesmo grupo que mantém outros dois empreendimentos emblemáticos do turismo brotense atual, tudo bem perto do centro. O Grupo Peraltas é composto também pelo acampamento de férias de mesmo nome, cuja temporada começou sábado e vai até 29 de julho, com pacotes entre R$ 1.728 e R$ 2.970 – depende da semana escolhida. Também faz parte o Brotas Eco Resort, hotel fazenda com piscinas aquecidas e diárias a partir de R$ 760, dois adultos, mais R$ 70 para criança, com pensão completa: peraltas.com.br

Quanto custa > Sessão no planetário do CEU a R$ 64, grátis até 4 anos. Estudante paga meia: fundacaoceu.org.br/visitantes.

Mais conteúdo sobre:
CEUSistema SolarSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.