'Oh, no! Kate Morgan again!'

Pareceu-nos um tanto exagerado, mas nosso correspondente britânico, ora no Marrocos, disse-nos que passou a noite de 11 de 11 de 2011 na companhia de onze odaliscas. Mr. Miles, como se sabe, não é dado a exibicionismos, razão pela qual concluímos que o homem mais viajado do mundo comemorou a efeméride convidando onze senhoras (e senhoritas) para uma ceia em que não faltou o melhor cuscuz berbere.

O Estado de S.Paulo

15 Novembro 2011 | 03h07

A seguir, a pergunta da semana:

Mr. Miles: um homem tão viajado como o senhor já teve a oportunidade (ou a infelicidade) de hospedar-se em algum hotel mal-assombrado?

Irina Mastrobuono, por e-mail

"Well, my dear, posso lhe assegurar, com base em minha experiência, que muitos eventos aterrorizantes podem ocorrer nos hotéis mais insuspeitos. Comida de dar medo, apavorantes camareiras que entram sem bater quando você está no meio de um banho de chuveiro ou, my God!, assombrosas contas de telefone, que só podem mesmo ter vindo do além.

However, é imperioso que eu registre aqui alguns hotéis cujas histórias são capazes de fazer Stephen King morrer de medo. Num deles, aliás, o próprio Stephen King ficou hospedado para escrever parte do romance de terror O Iluminado. Trata-se do Stanley Hotel, nas Montanhas Rochosas, que, na verdade, é assombrado pela senhora Flora Stanley, a defunta esposa do fundador que, desde 1909, gosta de tocar piano toda madrugada. Pior: ela toca mal!

Outro endereço definitivamente mal-assombrado em que me hospedei é o Castle Leslie, na Irlanda, a pequena distância de Dublin. Lá estive convidado para as núpcias de Paul McCartney e Heather Mills, que, exceto pelo péssimo entrosamento dos noivos, foi uma beleza. Consta que o imóvel pertence aos Leslie há mais de três séculos e muitos deles recusaram-se a abandonar a propriedade mesmo depois de mortos. In fact, os gritos e risadas que ecoam pelos corredores durante a noite são... Como direi? Um tanto estranhos. No meu quarto, by the way, havia o ectoplasma de um cachorro ganindo, mas logo vi que ele era manso. Soube, no dia seguinte, que o nome do cão fantasma é Punch.

Há outro castelo mal-assombrado perto de Inverness, Escócia. É o Castle Stuart, onde, dizem, vivem quatro fantasmas, todos desencarnados de um grupo de carpinteiros que caiu da Torre Leste no século 17, durante sua construção. Well, já me hospedei lá algumas vezes e não vi sinal de assombração. However, como está em plena rota do whisky, não é de estranhar que alguns tenham-na visto.

Mas não pense, dear Irina, que espectros surgem apenas em lugares velhos e enevoados, de aparência lúgubre. Quando estive com my lovely Miranda (N. da R.: Carmem Miranda, cantora e atriz de cinema) na ensolarada San Diego, escolhi alojar-me no Hotel Del Coronado. Durante a noite, que era só de juras e suspiros, eis que começamos a ouvir estranhos ruídos e um vento inesperado jogou para dentro a cortina numa noite pacífica e sem qualquer brisa. Mais tarde, quando dormíamos, ambos acordamos sobressaltados com a estranha sensação de que havíamos visto um abantesma azul em roupas femininas. It was an awful experience!

No dia seguinte, embora um tanto envergonhado, relatei ao concierge nossa assombrosa experiência. "Oh, no! Kate Morgan again!", respondeu-me o serviçal, esclarecendo que, em 1892, a citada senhora fez seu check-in no hotel à espera do homem com quem se casaria. Unfortunately, ele jamais apareceu. Poucos dias depois, Kate Morgan foi encontrada morta na piscina do hotel. Suicídio provocado pelo desprezo? Nada disso. Kate havia levado um tiro fatal. O crime nunca foi desvendado e o fantasma de Kate continua perambulando pelo Del Coronado à procura de justiça."

É O HOMEM MAIS VIAJADO DO MUNDO.

ELE ESTEVE EM 132 PAÍSES E

7TERRITÓRIOS ULTRAMARINOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.