Pierre Office Gaff Adenis/Turismo da Alemanha
Pierre Office Gaff Adenis/Turismo da Alemanha

Oktoberfest 2020 é cancelada na Alemanha por causa de coronavírus

CONTEÚDO ABERTO PARA NÃO-ASSINANTES: Maior festa da cerveja do mundo, Oktoberfest da Alemanha não será realizada neste ano devido à pandemia

Nathalia Molina, especial para o Estado

22 de abril de 2020 | 20h05

O risco era alto demais. Assim avaliaram as autoridades da Baviera e de Munique, a capital do Estado, ao decidir cancelar a Oktoberfest da Alemanha, maior festa da cerveja do mundo, por causa da pandemia do coronavírus. O evento tem um público médio de 6 milhões de pessoas e estava marcado para 19 de setembro e 4 de outubro. Em 2021, é previsto para ser realizado de 18 de setembro a 3 de outubro

“É uma pena, mas concluímos que o risco simplesmente é alto demais”, justificou Markus Söder, primeiro-ministro da Baviera. De acordo com Söder, os alemães perceberam que o après-ski na temporada nos Alpes, outras festas de cerveja e o carnaval serviram infelizmente para espalhar o vírus. “Enquanto não houver vacina ou remédio, temos de tomar muito cuidado.” O primeiro caso de covid-19 na Alemanha foi registrado na Baviera, um dos principais Estados afetados, ao lado de Baden-Württemberg, onde Stuttgart é a capital.

O prefeito de Munique, Dieter Reiter, lamentou o cancelamento, mas explicou que a “maior festa popular do mundo” não teria como ser realizada. “Nós recebemos em torno de dois milhões de visitantes estrangeiros, temos um festival no qual as pessoas se sentam perto umas das outras.” Na Alemanha, outros eventos do segundo semestre também foram cancelados para evitar aglomerações; entre eles, a Maratona de Berlim, que estava marcada para 27 de setembro.

No Brasil, Nordeste sem festa junina

As festas juninas do Brasil também foram afetadas pela pandemia. Por causa do coronavírus, o São João 2020 de Campina Grande será em outubro. O festejo em Caruaru ainda segue indefinido. Mossoró teve sua festa cancelada. Na Bahia, as festas juninas das principais cidades estão suspensas, mas estuda-se a proposta de realizar os festejos em dezembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.